ASSASSINADO EM 7/09/99

Morte de Leopoldino Marques do Amaral completa 16 anos com previsão de 2º júri de acusado

Há exatos 16 anos, o juiz Leopoldino Marques do Amaral foi encontrado morto em Concepción, no Paraguai, com marcas de tiro na cabeça e com o corpo parcialmente carbonizado, pouco tempo depois de denunciar um esquema de venda de sentença e falcatruas no Poder Judiciário de Mato Grosso.

O acusado de ser o mandante do crime, o empresário Josino Guimarães, já foi a júri popular pelo crime.

No entanto, o julgamento realizado em 2011 foi anulado a pedido do Ministério Público Federal (MPF) e a Justiça Federal determinou que ele vá a júri pela segunda vez.

A data, porém, ainda deve ser marcada.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 30 de abril de 2019 às 13:54:12
  • 30 de abril de 2019 às 13:49:40