http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/Cerca-de-600-pessoas-com-deficiência-participaram-do-evento-da-Semana-de-Luta-do-Deficiente.jpg

EXEMPLO DE SUPERAÇÃO

Atletas de Mato Grosso com deficiência superam barreiras pelo Jiu-jitsu

DA REDAÇÃO
redacao@matogrossomais.com.br

“Através do Jiu-jitsu consegui visitar lugares que nunca imaginei que conheceria algum dia. Já competi em várias cidades e até no Rio de Janeiro. Cheguei a conhecer a praia. E foi por causa da prática do esporte e da convivência com outros lutadores que melhorei minha coordenação motora e dicção. Antes tinha muita dificuldade para andar e conversar”, conta Thiago George, um faixa roxa de 29 anos, portador de uma doença congênita que afeta a coordenação motora.

Cerca de 600 pessoas com deficiência participaram do evento da Semana de Luta do Deficiente. Foto: Júnior Martins

Cerca de 600 pessoas com deficiência participaram do evento da Semana de Luta do Deficiente. Foto: Júnior Martins

Aproximadamente 600 pessoas com deficiência participaram, nessa quarta-feira (23.09), no Ginásio Poliesportivo Aecim Tocantins, no Complexo da Arena Pantanal, em Cuiabá, de uma série de eventos esportivos da Semana Estadual da Luta da Pessoa com Deficiência. Que, dentre as atividades, integraram o Jiu-jitsu, judô, vôlei sentado, handebol para cadeirantes, tiro livre, tênis de mesa, pebolim e oficinas, como as de modalidades esportivas paraolímpicas.

Segundo o superintendente de promoção e articulação de políticas públicas para pessoas com deficiência, do Governo do Estado, Mário Márcio Pecora, nessa quarta foi realizado no ginásio um evento piloto, ou seja, o primeiro com objetivo de conhecer os deficientes e as modalidades paradesportivas visando, no próximo ano, implementar políticas públicas e ações positivas para trabalhar com esse público. E frisa que isso é uma mensagem para a população com deficiência.

“Esse evento diz para esses indivíduos que nós temos uma superintendência que está olhando para eles a partir de agora. Inclusive, estamos levando pela 1ª vez na história institucional do governo, 15 para-atletas em idade escolar para as Paraolimpíadas Nacionais. E também temos outras ações já planejadas para este ano, como os Jogos Paraolímpicos do Vale do Rio Cuiabá, que será no mês de novembro”, disse o superintendente.

O presidente da Federação Mato-grossense de Jiu-jitsu e Lutas Associadas (FMTJJLA), Francisco José Fernandes, o ‘Chicão’, comenta que a integração das pessoas com deficiência ao esporte é uma das bandeiras da federação. Segundo ele, por meio do esporte os deficientes descobrem que possuem capacidade para ampliar os próprios limites. E que após esse despertar só há reflexos positivo. Ele frisa, “Precisamos tirá-los de dentro de casa. Do sofá da sala. E colocá-los no desporto. Depois disso a qualidade de vida muda completamente para melhor”.

Veja Mais