https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/alan-zanata.jpg

2ª FASE DA SODOMA

Delegado confirma que ex-secretário Alan Zanata é alvo de investigação

O delegado Lindomar Aparecido Tofoli, da delegacia Fazendária de Mato Grosso, confirmou, durante entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira (24), que o ex-secretário da Secretaria de Indústria e Comércio do Estado (Sicme), Alan Zanata,  é investigado na concessão de incentivos fiscais irregulares da gestão de Silval Barbosa (PMDB).

Segundo Tofoli, Zanata vai ser chamado para depor.

Esta seria a segunda fase da Operação Sodoma.

Zanata já foi ouvido pela CPI dos Incentivos Fiscais da Assembleia Legislativa.

O presidente da CPI, deputado estadual Zé Carlos do Pátio (SD), alegou que o depoimento de Zanata foi ruim, já que o ex-secretário alegou esquecer de vários detalhes de quando foi titular da pasta.

Questionado sobre possibilidade de ser preso, Zanata alegou que não tem medo de prisão.

HC NEGADO

No início da tarde de hoje, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ericson Maranhão, negou a liberdade a Silval Barbosa (PMDB) ao indeferir o pedido de HC feito pela defesa do ex-governador.

É a segunda derrota de Silval em uma semana.

Na última sexta-feira (18), o desembargador Alberto Ferreira de Souza do Tribunal de Justiça de Mato Grosso também negou em caráter liminar o pedido de HC.

Silval se entregou na última quinta-feira (17) aos delegados da polícia fazendária após ser procurado por dois dias quando teve o pedido de prisão preventiva decretado pela juíza Selma Rosane Arruda, da Vara de Combate ao Crime Organizado.

O ex-governador é acusado de ser o mentor e mandante de um suposto esquema fraudulento na concessão de benefícios fiscais dados a várias empresas de Mato Grosso.

Ele está detido no Corpo de Bombeiros do bairro Verdão, na Capital.

Além de Silval, os ex-secretários Pedro Nadaf (PR) e Marcel Cursi também se encontram presos no Centro de Custódia de Cuiabá.

DENÚNCIA DO MPE

O Ministério Público do Estado também anunciou que o ex-governador do Estado, Silval Barbosa, Pedro Nadaf, Marcel Souza de Cursi, Francisco Andrade de Lima Filho, Sílvio Cezar Corrêa Araújo e Karla Cecília de Oliveira Cintra, foram denunciados e vão responder pelos crimes de constituição de organização criminosa, concussão, extorsão e lavagem de dinheiro.

A denúncia deve ser encaminhada à Justiça que deve aceitar ou não o pedido do MPE.

Clique aqui para ver a denúncia completa.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *