http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/mosquito-da-dengue-1024x707.jpg

Campanha Shopping Popular - Março 19
Cuiabá, terça, 26 de março de 2019

GUERRA CONTRA O MOSQUITO

Governo de MT envolve Secretarias e cria Brigada de Combate ao Aedes Aegypti

MATO GROSSO MAIS

Ilustrativa

O vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro (PSD), por meio da portaria nº 02/2016, criou uma Brigada para combater o mosquito Aedes Aedypti no âmbito do Palácio Paiaguás, sede do Governo Estadual.

A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (29).

De acordo com o documento, a criação da Brigada é motivada no que diz respeito à “Mobilização e Combate ao Mosquito Aedes Aegypti”, visando o cumprimento do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia.

A Brigada vai envolver servidores da vice-governadoria, da Casa Civil, Gabinete do Governo, Casa Militar e Gabinete de Comunicação.

De acordo com o artigo terceiro da portaria, a Brigada terá as seguintes atribuições:

– identificar focos/criadouros do vetor da doença nas instalações do Palácio Paiaguás, bem como tomar as devidas providencias para a efetiva erradicação;

– promover vistorias diárias nas dependências do Palácio Paiaguás;

– promover atos de conscientização e prevenção visando o combate ao Mosquito Aedes Aegypti;

– confeccionar, semanalmente, relatório das atividades implementadas, bem como informar a incidência de focos do Mosquito transmissor.

Os componentes da Brigada serão capacitados para o combate ao Mosquito Aedes Aegypti.

Segundo a portaria ainda,  todos os servidores no âmbito do Palácio Paiaguás compete a adoção de medidas necessárias com o fim de evitar o surgimento de condições que propiciem a instalação e a proliferação dos vetores causadores da doença, bem como relatar a Brigada a respeito da identificação de situações de risco ou de foco do Mosquito transmissor.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 29 de janeiro de 2016 às 16:32:46
  • 29 de janeiro de 2016 às 09:25:18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *