http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/10/PADRE-JOÃO-PAULO.jpg

Campanha Cuiabá 300 anos Shopping Popular
Cuiabá, quinta, 25 de abril de 2019

SEGURANÇA EM RISCO

Risco de morte: adolescentes que mataram padre João Paulo são transferidos

G1/MT

Os três adolescentes suspeitos de terem assassinado o padre João Paulo Nolli, de 35 anos, foram transferidos para o Centro Socioeducativo de Cuiabá, antigo Complexo do Pomeri.

Os três adolescentes, com idades entre 16 e 17 anos, foram detidos na segunda-feira (10) e confessaram o crime.

Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), a transferência ocorreu por questões de segurança.

Os adolescentes disseram à polícia que estavam andando na rua, quando o padre passou de carro e lhes ofereceu carona. Uma discussão ocorreu durante o trajeto e os adolescentes acabaram matando o sacerdote.

João Paulo ficou desaparecido entre a noite de sábado (8) e a madrugada de domingo (9). O corpo dele foi localizado em um terreno baldio no Bairro Rosa Bororo.

Já o carro do padre, um Hyundai HB20, foi encontrado abandonado na noite de domingo no bairro Jardim Europa. O veículo estava intacto e foi levado para perícia.

Outras quatro pessoas, entre elas um adolescente de 14 anos e três homens de 25,30 e 32 anos, foram detidas no domingo suspeitas de receptação do carro e dos pertences roubados de João Paulo.

A Polícia Civil diz que os quatro são usuários de droga e estavam tentando vender o celular do padre assassinado.

Os três adolescentes confessaram à Polícia Civil que retiraram o padre de dentro do carro, o estrangularam do lado de fora e deixaram o corpo em um terreno baldio.

Depois disso, eles adolescentes pegaram o carro, a carteira do padre com R$ 65 e o celular do sacerdote.

João Paulo era pároco da comunidade São José Esposo.

O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), decretou luto oficial de três dias pela morte do padre.

O corpo do padre foi levado de avião para Cornélio Procópio, na região norte do Paraná, onde mora a família do padre.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de outubro de 2016 às 16:43:47

Uma resposta para “Risco de morte: adolescentes que mataram padre João Paulo são transferidos”

  1. João disse:

    Até agora não vi notícias que firam feitas a reconstituição do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *