"NÃO EXISTE PAPELÃO"

Blairo Maggi bate de frente com PF e critica falhas da Operação Carne Fraca

MATO GROSSO MAIS

  • O ministro da Agricultura, senador licenciado por Mato Grosso, Blairo Maggi (PP), desmentiu a informação de que os frigoríficos no país misturam papelão à carne.

A fala do ministro foi durante uma entrevista coletiva realizada neste domingo (19), em Brasília, para falar sobre as medidas que estão sendo adotadas em relação ao estrago provocado pela Operação Carne Fraca.

“Existe um áudio em que estão se falando de embalagens, e não falando de misturar papelão na carne. Isso é uma idiotice. Uma insanidade, pra dizer a verdade”, comentou Blairo em resposta à Operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira (17), pela Polícia Federal.

O ministro defendeu as empresas ao apontar que elas gastam milhões de dólares para se consolidar no mercado internacional e apontou algumas falhas da PF durante a Operação.

Ele disse que o Ministério da Agricultura não foi questionado, por exemplo, porque cabeça de porco pode ser utilizado na fabricação de embutidos. Maggi também disse que o ácido ‘ascório’ é vitamina C e pode ser utilizado nos produtos.

Deflagrada na sexta-feira pela  Polícia Federal , a Carne Fraca investiga fraudes em carnes produzidas por 21 frigoríficos, vendidas no Brasil e no exterior.

Segundo a PF, fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos.

A investigação indica que eram utilizadas substâncias químicas para maquiar a carne vencida, e que água era injetada nos produtos para aumentar o peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.