DECISÃO DEFINITIVA

Sem ‘mimimi’: STF nega recurso e Sport segue como campeão de 87

GLOBO ESPORTE

O Supremo Tribunal Federal indeferiu, por 3 votos a 1, o recurso impetrado pelo Flamengo contestando a decisão da Justiça que apontou o Sport como único campeão brasileiro de 1987.

A discussão nos tribunais se arrasta por anos, mas a decisão desta terça da Primeira Turma do STF novamente foi favorável aos pernambucanos. Desta vez, porém, é definitiva.

O relator do processo foi o ministro Marco Aurélio, torcedor declarado do Flamengo, mas que também votou contra o pedido do clube.

O Flamengo afirmou que aguardará a publicação da decisão para avaliar se caberá novo recurso. Consultada, a assessoria do STF disse que a sentença é definitiva.

O ministro Luis Roberto Barroso, flamenguista a exemplo de Marco Aurélio, foi o único que votou favoravelmente à divisão do título brasileiro de 1987. Marco, Alexandre de Moraes e Rosa Weber rejeitaram o recurso.

O ministro Luiz Fux, também integrante da Primeira Turma do STF, não participou do julgamento porque Rodrigo Fux, seu filho, defendeu o Flamengo no caso.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.