FURACÃO DA LAVA JATO

Alvo de delações da Odebrecht, Blairo Maggi nega ter colocado cargo à disposição

DA REDAÇÃO

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), negou que tenha colocado o cargo à disposição para o presidente Michel Temer.

Alvo de denúncias feitas nas delações de empresários da Odebrecht, de que teria recebido R$ 12 milhões de caixa dois na campanha de 2006, Maggi só disse, em conversa com Temer, que estaria chateado e negou as acusações.

“Não cheguei a colocar meu cargo à disposição; disse a ele (Temer) para ficar à vontade”, concluiu em entrevista ao Estadão.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.