RESTOS A PAGAR

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro diz que 80% dos serviços feitos por fornecedores e construtoras estavam concluídos na gestão passada; veja vídeo

MATO GROSSO MAIS

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), anunciou na manhã desta quinta-feira (18), como será feito o pagamento dos restos a pagar de cerca de R$ 40 milhões que a prefeitura da Capital têm com 813 credores.

Segundo Emanuel, em torno de R$ 17 milhões já foram saldados com fornecedores durante esses quase cinco meses de gestão.

Em um cronograma apresentado à imprensa, o prefeito destacou que os pagamentos serão feitos desta forma.

Até R$ 100 mil, os 739 credores vão receber até o dia 14 de junho, totalizando R$ 8.501.311,85.

De R$ 101 mil até R$ 150 mil, os 22 credores vão receber até o dia 14 de julho, totalizando R$ 2.681.808,33.

De R$ 151 mil até R$ 200 mil, os 17 credores vão receber até o dia 15 de agosto, totalizando R$ 3.008.525,80.

De R$ 201 mil até R$ 300 mil, os 16 credores vão receber até o dia 15 de setembro, totalizando R$ 4.257.049,07.

De R$ 301 mil a R$ 500 mil, os 11 credores vão receber até o dia 13 de outubro, totalizando R$ 4.394.168,14.

E de R$ 501 mil pra cima, os 8 credores vão receber até o dia 14 de novembro, totalizando R$ 17.213.596,81.

Todos esses restos a pagar são dos anos de 2012 a 2016. Ou seja, pegou o último ano da gestão de Chico Galindo (PTB) e a gestão inteira de Mauro Mendes (PSB).

Emanuel Pinheiro ainda comentou que em torno de 80% dessa dívida da prefeitura com fornecedores e empreiteiras são de serviços que já foram concluídos pelos contratados.

Ele não soube dizer o porquê da antiga gestão não ter feito o pagamento.

O prefeito disse que não divulgaria o nome das empresas que têm pra receber da prefeitura.

Emanuel Pinheiro diz que vai quitar restos a pagar até novembro. Foto: Mato Grosso Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.