SODOMA II

Silval diz à juíza que secretários e empresários nunca foram forçados a cometer ilícitos; ‘faziam com prazer’

DA REDAÇÃO

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) prestou depoimento à juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Selma Rosane Arruda, na tarde desta segunda-feira (17), no Fórum de Cuiabá, em audiência de instrução e julgamento em decorrência da segunda fase da Operação Sodoma, que investigou o pagamento de propina de uma empresa para o grupo liderado pelo peemedebista.

Segundo Silval, nenhum secretário e empresário foram forçados a cometer os ilícitos. De acordo com o ex-governador, eles participavam dos esquemas ‘com prazer’, já que receberiam vantagens indevidas.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 17 de julho de 2017 às 16:24:40

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.