'SEM MALDADE NENHUMA'

Selfie no quintal de casa onde avião caiu repercute na web

G1

Uma foto tirada no quintal da casa onde um monomotor caiu, matando as três pessoas que estavam a bordo, na segunda-feira (9), repercutiu negativamente na internet.

Na foto, aparecem dois homens, um deles com um copo de cerveja na mão, e no fundo é possível ver o avião caído, com parte da asa dentro da piscina.

Na imagem aparecem Valdir de Oliveira Silva, filho do dono da casa atingida pelo monomotor, e o amigo, Ronnie Lima Dias, que tirou a selfie com o copo na mão.

Ninguém na casa ficou ferido.

A foto, compartilhada inicialmente por Whatsapp, viralizou rapidamente e foi alvo de críticas ao ser compartilhada no Facebook com a legenda que dizia que os dois estavam fazendo uma festa no local.

Após a repercussão negativa, Valdir mandou um áudio a amigos pelo Whatsapp em que ele fala sobre a foto. “Estava encostado no balcão, e o cara tomando cerveja… Aí ele virou pra tirar a foto, e como eu estava atrás da foto – sem maldade nenhuma – coloquei só a mão na frente e tirou a foto. Entendo perfeitamente que essa foto pegou super mal, mas sabe aquela foto que não teve maldade nenhuma? Mas infelizmente já está rodando”, diz Valdir em um trecho do áudio.

Segundo o G1 conseguiu falar com a mãe de Valdir, Sandra de Oliveira Silva, de 61 anos.

Ela explicou que o filho está em Goiânia e que pediu para ele ir até lá dar assistência a ela e ao marido.

“Pedi para ele ir em casa porque o Cenipa estava lá e iria fazer várias perguntas. Ele não mora comigo e foi para dar um amparo. Fiquei atordoada com tudo isso. Depois de um tempo chegou o amigo com um copo de cerveja, e não vou proibir alguém de entrar em casa com um copo. O rapaz tirou uma foto por tirar e apareceu o avião”, afirma.

Sandra diz que, ao contrário do que foi divulgado na internet, não houve nenhum tipo de festa no local.

A dona da casa, que é empresária, lamenta a repercussão negativa da imagem, mas reforça que não houve má intenção.

“Inocentemente tiraram a foto. Ninguém está contente com o que aconteceu. Morreram três pessoas no meu quintal e minha casa está destruída.”

Para ela, o julgamento das pessoas piora o trauma de ter a vida revirada por um trágico acidente.

“Meu marido está operado e quase morreu com o susto do avião. Não abro nem meu Facebook. As pessoas falam coisas que não sabem e julgam sem saber a verdade. Acho uma covardia o que estão fazendo. Morreram três pessoas na minha casa, como vamos ficar felizes? As pessoas não sabem o que estão falando”, conclui.

A reportagem tentou entrar em contato com Ronnie, que aparece em primeiro plano na foto, mas não teve retorno.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.