BRIGA POR 2 MIL VOTOS

Candidato entra na Justiça para disputar presidência do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso

MATO GROSSO MAIS

O juiz Gilberto Bussiki, atendendo um pedido feito pelo advogado Alex Vieira Passos, deferiu a candidatura do policial civil Alexandre Reis Bregunci para disputar, no dia 15 de dezembro deste ano, a presidência do Sindicato dos Trabalhadores Policiais Civis do Estado de Mato Grosso – Siagespoc.

Bregunci, que é filiado ao Siagespoc há sete anos, recorreu à Justiça após ter o  nome impugnado, duas vezes, pela Comissão Eleitoral do Sindicato.

A liminar concedida pelo magistrado anula a decisão da Comissão Eleitoral, sob pena de multa diária.

O pedido de impugnação contra Alexandre Bregunci foi feito pela chapa adversária, tendo como candidata Edleusa Afonso de Mesquita,  sob o argumento de que Bregunci estaria inelegível, por não se encontrar no exercício efetivo da atividade ou da profissão dentro da base territorial do sindicato nos últimos 02 (dois) anos.

Ainda durante o recurso junto à Comissão Eleitoral, Alexandre Bregunci fez a indicação de Alecsand Moreira da Silva para ser o candidato a presidente.

Com a decisão da Justiça, Bregunci volta a ser candidato pela chapa 2.

A candidata Edleusa Mesquita também teve um dos integrantes da sua chapa com candidatura impugnada, sendo obrigada também a fazer substituição. 

Heleno Xavier de Oliveira saiu da disputa após pedido feito pela chapa de Alexandre Bregunci, e no lugar dele entrou Fernando Wolf, para o cargo de diretor financeiro adjunto.

Edleusa Mesquista e Alexandre Bregunci vão disputar o voto de 2 mil policiais  civis filiados ao Siagespoc, onde o vencedor vai administrar em torno de R$ 14 milhões de recursos ao ano.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de novembro de 2017 às 15:54:05
  • 11 de novembro de 2017 às 10:03:05

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.