CRIME BRUTAL

Ex-marido não aceita separação e mata mulher na frente da mãe em Araputanga

MATO GROSSO MAIS

Rita Jorge da Silva, de 34 anos, foi morta pelo ex-marido, neste domingo (12), por volta de 17h50, dentro de sua casa, em Araputanga (338 km de Cuiabá), porque o mesmo não queria aceitar a separação, ocorrida há poucas semanas.

A polícia foi acionada, e juntamente com o Samu, foi até a residência da vítima. Porém, ao chegar no local, a mulher já estava morta.

O crime foi testemunhado pela irmã e pela mãe da vítima, uma senhora de 73 anos.

Segundo elas, o motivo era a não aceitação do término do relacionamento.

Policiais realizaram diligências com o intuito de localizar o suspeito, mas até o momento ele não foi encontrado.

A Politec também esteve no local para tomar as devidas providências.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 13 de novembro de 2017 às 13:47:46
  • 13 de novembro de 2017 às 09:52:34

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.