http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/01/manutenção-não-pavimentada.jpg

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, sábado, 17 de novembro de 2018

PREFEITURAS E CONSÓRCIOS

Sinfra fortalece parcerias para manutenção de Rodovias

BETELL FONTES / REPÓRTER SINFRA-MT

Rafael Manzutti

Para minimizar o impacto das chuvas e assegurar o tráfego nas estradas não pavimentadas, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), fortaleceu nesta gestão as ações de manutenção por meio das parcerias firmadas com as prefeituras, consórcios e associações.

Somente durante 2017, a Sinfra realizou manutenção e conservação direta de mais de 7 mil quilômetros de rodovias não pavimentadas da malha estadual em 19 regiões de planejamento técnico do Estado.

Foram priorizadas as rodovias que, mesmo sem asfalto, são consideradas estratégicas para o desenvolvimento do Estado. As ações foram realizadas dentro do período da estiagem (entre os meses de abril e outubro), um modo de prevenir para o período de chuvas (de novembro a março).

Por meio de convênios, o Estado cedeu para associações e consórcios as chamadas “Patrulhas”, que são conjuntos de maquinários pesados da Sinfra que são usados para fazer a manutenção, terraplanagem, patrolamento, cascalhamento e drenagem de rodovias não pavimentadas. Os parceiros tem efetuado a manutenção utilizando os maquinários cedidos e recursos.

Ao todo, são 22 patrulhas, que totalizam 278 maquinários, espalhadas por diversas regiões do Estado atuando de forma preventiva e permanente para minimizar o impacto das chuvas, evitando atoleiros.

Cada Patrulha é composta por cinco caminhões basculante, cavalo mecânico, prancha, caminhão lubrificante, motoniveladora e escavadeira hidráulica. No mapa, é possível mapear onde está cada uma delas.

Municípios parceiros

Os municípios tem sido parceiros do Estado para assegurar a trafegabilidade das rodovias não pavimentadas. Somada às ações envolvendo as Patrulhas, o Estado também tem contribuído com os municípios por meio da distribuição de óleo diesel e dos recursos do Fethab.

Durante os três anos da atual gestão, o Estado já repassou R$ 679,3 milhões dos recursos do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) para as 141 prefeituras. Pela lei do Fethab, os valores devem ser utilizados pelas administrações municipais na manutenção de rodovias estaduais não pavimentadas, e também na recuperação e construção de pontes.

“Em 2017, investimos cerca de R$ 77 milhões em 23 patrulhas mecanizadas que estão atendendo todas as regiões. Também foram repassados R$ 7,6 milhões de litros de óleo diesel para as prefeituras, que são nossas parceiras nesta missão. Com tudo isso, somado ao Fethab repassado mensalmente aos municípios, totalizamos mais de 300 milhões em investimentos na manutenção de rodovias não pavimentadas”, disse o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte.

Consórcios e Associações

As parcerias da Sinfra com as patrulhas de equipamentos com os Consórcios Intermunicipais e as Associações de Produtores nasceram com objetivo de dar trafegabilidade nas rodovias não pavimentadas de grande relevância.

A primeira fase do processo foi a recuperação dos equipamentos que foram encontradas em péssimo estado de conservação.

Na segunda fase foi a eliminação de pontos críticos, passando pela restruturação das rodovias com elevação do greide, dispositivos e drenagem, encascalhamento e sinalização. Na última fase consistiu na manutenção e conservação das rodovias não pavimentadas.

Neste processo, vale ressaltar as parcerias com os Consórcios Municipais Vale do Guaporé, Nascentes do Pantanal, Cidesa e Codema. Todos estes consórcios representam 38 municípios e em parceria com o Governo do Estado através da Sinfra, atuou em 4,2 mil quilômetros de rodovias não pavimentadas.

“O Consórcio oferece aos municípios os serviços de recuperação das rodovias estaduais não pavimentadas. Nosso projeto em parceria com a Sinfra, Codema e prefeituras possui um total de 1,4 mil km de rodovias estaduais não pavimentadas. Apesar das dificuldades de clima e até mesmo financeiras, já recuperamos mais de 300 km de rodovias, além dos serviços de descentralização ambiental, qual o Consórcio já faz a mais de 3 anos”, ressaltou o gestor do Consórcio Codema, Deiwis Schindler

Veja Mais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *