http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/04/20180413.jpg

Prounim - 12 Fórum de responsabilidade
Cuiabá, quarta, 19 de setembro de 2018

EM CUIABÁ

Notebook avaliado em R$ 10 mil é recuperado pela polícia e "dono" está preso na PCE

ASCOM PJC-MT

PJC-MT

Um notebook subtraído durante um roubo de veículo foi recuperado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de quinta-feira (12.04), em Cuiabá. Um jovem de 22 anos foi indiciado por receptação.

O receptador do produto encontra-se recolhido na Penitenciária Central do Estado (PCE), porém o notebook da marca Apple, modelo Macbook Air, avaliado em cerca de R$ 10 mil, foi localizado na casa do suspeito no bairro Doutor Fábio.

Os investigadores da Derrfva realizavam diligências, quando receberam a denúncia sobre o paradeiro do notebook que estava dentro do veículo Chevrolet Prisma, roubado na região central de Cuiabá, em junho de 2017. Na época, o automóvel foi recuperado, exceto os objetos e pertences da vítima.

Com as informações, os policiais civis deslocaram-se até a residência no bairro Doutor Fábio, onde foram recebidos por dois moradores. Perguntados, eles entregaram o eletrônico e revelaram que o notebook pertencia a pessoa de L.F.O. que está preso na PCE por participação em outro crime.

O notebook foi apreendido e levado à Derrfva para providências e restituição da vítima. O suspeito foi qualificado e responderá pelo crime de receptação.

Trabalho Integrado

Um grupo criminoso especializado em crimes de roubo de carretas, foi desarticulado pela Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, após informações repassadas pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva).

Moradores da cidade de Várzea Grande (MT), os suspeitos foram presos na quinta-feira (12.04), no município de Cassilândia (MS).

Veja Mais


Uma resposta para “Notebook avaliado em R$ 10 mil é recuperado pela polícia e “dono” está preso na PCE”

  1. Val disse:

    O dono esta preso? Ou é o receptador que está preso? Até onde eu sei o receptador não é o dono, do aparelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *