http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/05/WhatsApp-Image-2018-05-16-at-12.21.58.jpeg

Prounim - 12 Fórum de responsabilidade
Cuiabá, sábado, 22 de setembro de 2018

NA CHINA

Blairo anuncia avanço nas negociações para exportação de mais nove produtos brasileiros

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Assessoria de Imprensa

Em missão internacional para recuperação e abertura de novos mercados, o ministro da Agricultura Blairo Maggi cumpriu agenda com a antiga AQSIQ, comissão que aprova as condições sanitárias e fitossanitárias para o comércio de produtos agropecuários com a China.

Segundo Maggi, esse é o começo de um novo tempo para as relações comerciais entre os dois países já que há dois anos não tinham uma pauta comum.

“São mais de 2 anos sem que tivéssemos uma reunião com essa subcomissão, sendo que, é ela quem coordena as ações de mercado e onde podemos abrir espaço para discutir pautas de exportação e importação. Essas coisas só estão avançando, e muito, porque no próximo dia 20 o Brasil receberá da OIE o certificado de país livre da aftosa. Isso com certeza vai mudar o perfil das nossas exportações”, disse o ministro.

Maggi ressaltou que após reunião com o vice-ministro da Administração Geral de Aduana da China, Mr. Zou Zhiwu, foi firmado acordo para realização de inspeção e quarentena entre os dois países (IN n.13).

“Outra reunião ocorrerá ainda nesse ano com uma nova pauta de exportações. A pecuária brasileira será a grande beneficiada já que não conseguíamos, até então, exportar carne com osso e miúdos. São produtos de grande valor agregado e que mudarão o cenário do mercado no Brasil”, expôs Blairo.

O ministro antecipou ainda quais são os produtos que estarão nessa pauta de negociações com a China: miúdos de suínos e bovinos; carnes com osso; carnes termicamente processadas; arroz, produtos lácteos; farinha para ração animal; ovos férteis; frutas e pescado.

MERCADO

A China já é a principal parceira comercial do Brasil. No ano passado, foram mais de U$ 26 milhões em exportação, ou seja, sozinhos os chineses representam quase 28% do volume total das exportações brasileiras.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 17 de maio de 2018 às 07:04:13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *