http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/07/Sedec.jpg

Campanha Unimed Outubro
Cuiabá, terça, 23 de outubro de 2018

FENEARTE

Artesanato de MT brilha na maior feira da América Latina

RENATA MENEZES / ASCOM SEDEC-MT 

Sedec-MT

Mesmo antes de começar, o mestre Lupércio dos Anjos já tinha vendido metade de todo o seu acervo confeccionado para a Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que acontece em Pernambuco até o dia 15 de julho.

Mesmo considerado um dos artesãos mais renomados do estado, para ele, esse resultado foi uma grata surpresa. “Não tive muito tempo para fabricar as peças. Mas parece que o que eu trouxe agradou tanto que quase não tem mais nada”, contou o artesão de Nobres.

Além do mestre, outros 40 artesãos vindos de 10 municípios de Mato Grosso participam do evento com suas peças que traduzem toda a diversidade artística mato-grossense expostas no estande gerido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) que vem enchendo os olhos de quem vê.

“Todos os outros estados se renderam ao nosso trabalho. Estão encantados, sobretudo, devido a qualidade das peças que trouxemos. Nosso mix está bastante sortido, tem artesanato indígena, em madeira, com fibras, argila, tecelagem, pedras, telas. Toda a nossa riqueza natural e cultural está retratada aqui e isso, enche os olhos do público que valoriza esse tipo de arte”, contou a coordenadora do Artesanato da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Lourdes Sampaio.

Para a coordenadora, todo esse reconhecimento é fruto de muito trabalho técnico que vem sendo feito junto aos artesãos locais, realizado através do Programa do Artesanato Brasileiro do Governo Federal que desenvolve atividades que visam valorizar o artesão nacional, elevando o seu nível cultural, profissional, social e econômico, bem como, desenvolver e promover o artesanato e a empresa artesanal, no entendimento de que artesanato é empreendedorismo.

De MT para o mundo

A novidade desta 19ª edição vem do Sebrae que decidiu convidar dois artesãos da região Central do Brasil e, um deles, foi justamente o mestre Lupércio que participa do evento a ação ‘troca de saberes’ que tem por objetivo promover o intercâmbio entre artistas que podem demonstrar um pouco do seu trabalho ‘ao vivo’ e contar a sua história.

O mestre de mais de 80 anos, trabalha como artesão há mais de 10 anos produzindo diversas peças com latas de ferro e alumínio de diversos tipos e tamanhos que dão forma a lamparinas, vasos de flores, cestas, rosas, carrinhos, conchas e mandalas. Seu Lupércio resume que o seu trabalho é inspirado na cultura de Mato Grosso, com fortes traços das manifestações populares como o siriri e o cururu, com abundância de cores e detalhes.

“Tudo o que sei aprendi sozinho. Fui aprimorando com o tempo as técnicas e hoje produzo 50 tipos de peças diferentes. Fiquei muito feliz com o convite para participar deste evento tão grandioso, vou passar 12 dias em Recife mostrando a esse povo todo o que eu faço e até já tem clientes interessados em fazer encomendas”, explicou.

A feira considerada a maior do segmento da América Latina, acontece no Centro de Convenções de Pernambuco com muitas atrações, entre elas, a alameda dos mestres, desfiles de moda, galeria de reciclados, shows culturais, espaço infantil e rodadas de negócios e muito mais.

Veja Mais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *