http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/07/68ba48536c895a11b061108c76731ae7.jpg

Prounim - 12 Fórum de responsabilidade
Cuiabá, quarta, 19 de setembro de 2018

EM CUIABÁ

Sistema “Faixa Verde” deve ser instalado em 35 pontos

ANA CLAUDIA FORTES / REPÓRTER SICOM

Marcos Vergueiro

Três empresas já demonstraram interesse em participar do processo de licitação para gerenciar o sistema “Faixa Verde” de estacionamento rotativo nos pontos de maior movimento de Cuiabá. Ao todo, serão cerca de 1,5 mil vagas de estacionamento para carros e motos a serem disponibilizadas em 35 pontos entre ruas e avenidas. A empresa terá a cessão da administração por 10 anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. O investimento para a concessão é de aproximadamente R$ 57 milhões.

Conforme explica o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, as empresas que tiverem interesse em participar da licitação prevista para o dia 30 de julho, devem agendar a visita técnica junto à Semob. “Foram escolhidos três trechos de conflito para análise técnica e é um requisito obrigatório esse acompanhamento para poder participar do processo. A partir do momento que a empresa ganhar o processo licitatório, ela não poderá alegar desconhecimento e terá que cumprir o compromisso de contrato”, explica o secretário, salientado que os trechos a serem analisados são a Travessa João Dias, a Rua Candido Mariano, e Avenida do Historiador Rubens de Mendonça.

A companhia terá 120 dias, após ganhar a licitação, para colocar o sistema em operação. Deverá ser disposto no mínimo 10% de sensores nas vagas aprovadas em um prazo de 120, a partir da ordem de serviço, sendo que, até o quinto ano da concessão, os sensores deverão operar em sua totalidade. Todas as vagas estarão com identificação de placas de regulamentação, vertical e horizontal.

“A Prefeitura está trazendo o que há de melhor e mais sofisticado em relação a estacionamento rotativo. Através dos sensores, o condutor poderá saber, via aplicativo, onde há vagas disponíveis, evitando de ficar rodando atrás de espaço para estacionar”, afirma o Secretário.

O usuário poderá comprar a hora do estacionamento por meio de um aplicativo, com promotores de venda, e em comércios conveniados. O pagamento poderá ser feito em dinheiro e cartão de crédito. Segundo o diretor de Trânsito, Michell Diniz, haverá um parquímetro multivagas e um agente privado a cada 200 vagas. “Isso é para trazer comodidade ao motorista, evitando que ele tenha que percorrer uma grande distância para adquirir o estacionamento. O sistema irá funcionar com um cartão, identificando se o motorista fez a compra das horas do estacionamento. Um sistema digital, usado pelos agentes de trânsito, poderá apontar, pela placa do veículo, se ele foi estacionado no lugar correto”, explica o diretor.

De acordo com um estudo da Semob, a frota de veículos cresceu 218% nos últimos 15 anos, enquanto o acréscimo populacional foi de 20%. Dessa forma, o índice, que anteriormente era de um veículo a cada 4.3 habitantes, foi alterado para um veículo para cada 1.6 habitante.

“A quantidade de veículo aumentou significativamente, e a estrutura das vias não sofreram alargamentos e disponibilização para estacionamento. Hoje a cidade está saturada principalmente nos polos geradores de tráfego, onde a Prefeitura viu a necessidade da instalação do estacionamento rotativo, visando garantir que todos possam compartilhar dessa vaga”, ressalta Diniz.

No sistema “Faixa Verde”, o valor da hora para carro deve ser em média R$ 2,50 e motos R$ 1,50. Além disso, 5% das vagas pagas serão destinadas para idosos e 2% à pessoa com deficiência (PcD), tendo alguns segmentos devidamente cadastrado com isenção como, por exemplo, a polícia. O mecanismo deve funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e sábado, das 7h às 13h, tendo os domingos e feriados livres.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *