http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/09/099F1E34-8A88-4DE9-8314-CE542C59F75D.jpeg

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, sábado, 17 de novembro de 2018

EM NOTA

Políticos de MT repudiam ataque a Jair Bolsonaro

ANA FLÁVIA DO GD

Alguns políticos de Mato Grosso se manifestaram sobre o ataque contra o candidatoà Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), na tarde desta quinta-feira (6).

O presidenciável foi atingido por um golpe de faca enquanto estava fazendo campanha, na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais e foi encaminhado à Santa Casa da cidade com “uma lesão por material perfurocortante na região do abdômen”. Ele foi submetido a um procedimento cirúrgico.

O presidente do Partido Social Liberal (PSL) em Mato Grosso, deputado federal Victório Galli, se manifestou em suas redes sociais.

“Um criminoso esfaqueou Jair na região do abdômen. Peço aos irmãos evangélicos, pastores de todas as denominações, amigos padres e católicos que intensifiquem orações pela proteção de Jair Bolsonaro e de sua família”, disse.

A juíza aposentada Selma Arruda, que é candidata ao Senado pelo partido de Bolsonaro, considerou o ataque como “um ato de terrorismo inadmissível”. Em suas redes sociais, ela fez publicou um vídeo em que pede por orações.

“Nós vivemos em uma democracia e precisamos exigir que esse tipo de coisa não exista mais. Precisamos de uma democracia de verdade. Um ataque, uma bomba, definitivamente não é a solução para o Brasil”, afirmou.

Ainda, o ministro da Agricultura e ex-governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PP), emitiu uma nota em que afirmou que “repudia com veemência o ato contra contra o candidato a presidência da República. “A democracia não tolera a estas coisas. Lamentável”, escreveu.

Veja Mais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *