http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/09/agnelo.jpg

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, sábado, 17 de novembro de 2018

Uma eleição re­gida pelo ca­risma

Reprodução

O aten­tado co­me­tido contra o de­pu­tado fe­deral e can­di­dato a pre­si­dente pelo PSL, Jair Bol­so­naro, foi o ponto alto desta eleição até agora. 

Desde a úl­tima quinta-feira vá­rios prog­nós­ticos têm sido feitos para iden­ti­ficar o im­pacto deste crime po­lí­tico nos rumos elei­to­rais. Muitos afir­maram que o can­di­dato dis­pa­rará nas in­ten­ções de voto e ga­ran­tirá uma vi­tória em pri­meiro turno. Ou­tros são mais cau­te­losos na ga­rantia de sua pas­sagem para o se­gundo turno. Quero ana­lisar al­guns im­pactos po­lí­ticos deste aten­tado neste ar­tigo.

Esta eleição já vinha sendo re­gida pelo ca­risma desde o co­meço, so­bre­tudo pela pre­sença de Luiz Inácio Lula da Silva. Após o im­pe­a­ch­ment de Dilma Roussef, Lula e o PT se li­vraram do pas­sivo po­lí­tico da baixa po­pu­la­ri­dade do Go­verno fe­deral e o pas­saram para con­sórcio MDB-PSDB. Na opo­sição, Lula saiu de cerca de 17% de in­tenção de voto e 55% de re­jeição de 2016 para os atuais 39% de in­tenção e 40% de re­jeição. Do outro lado houve uma re­ação. Todas as elei­ções desde 1989 ti­veram como eixo o voto Lula e anti-Lula. Ele já foi en­car­nado por Fer­nando Collor, FHC, Serra, Alckmin e Aécio Neves. Agora a farda coube a Jair Bol­so­naro, pelo perfil ca­ris­má­tico se­me­lhante a Lula, a ra­di­ca­li­zação po­lí­tica e a gui­nada à di­reita pro­vo­cada pela crise e pela eva­po­ração do PSDB no bojo da Lava Jato e da crise do Go­verno Temer. As in­ten­ções de voto cres­ceram junto com Lula, já que o eleitor viu nele o can­di­dato mais com­pe­ti­tivo para en­frentar o ex-pre­si­dente.

O can­di­dato já vinha num mo­vi­mento de mis­ti­fi­cação, que leva seus elei­tores a chamá-lo de mito. O aten­tado da se­mana pas­sada apenas re­força esta si­tu­ação, pro­por­ci­o­nando a vi­ti­mi­zação ne­ces­sária para for­ta­le­ci­mento deste tipo de per­so­nagem. Lula teria sido preso in­jus­ta­mente, se­gundo seus apoi­a­dores. Bol­so­naro so­freu ten­ta­tiva de as­sas­si­nato por ame­açar as es­tru­turas e sis­temas de do­mi­nação se­cu­lares. Ambos usam o es­tilo po­pu­lista, mo­bi­li­zando temas di­fe­rentes. O fato do can­di­dato ter es­ca­pado ileso re­força este ca­ráter mes­si­â­nico, que consta in­clu­sive em seu nome. Como so­bre­viveu à uma morte quase certa, es­taria “pre­des­ti­nado” à sal­vação que seus elei­tores es­peram dele.

Com isto, foi criada uma mem­brana em torno dele. Ficou muito mais di­fícil para seus ad­ver­sá­rios o agre­direm na cam­panha, já que podem ser acu­sados de in­su­flar ani­mo­si­dades contra al­guém hos­pi­ta­li­zado e que foi ví­tima de um crime. Fi­caria for­ta­le­cida a sen­sação de que as ví­timas são, na ver­dade, os al­gozes, que vem sendo bem tra­ba­lhada pelo can­di­dato do PSL há muito tempo.

Outro as­pecto que fa­vo­receu o can­di­dato foi o tempo de ex­po­sição na mídia que ele ob­teve após o fato. Desde a quinta-feira que as men­ções a seu nome au­men­taram de forma ex­po­nen­cial, dada as ten­dên­cias que os meios de co­mu­ni­cação têm para a co­ber­tura de crises. Isto lhe per­mitiu romper o cerco do pouco tempo de pro­pa­ganda elei­toral re­ser­vado à sua co­li­gação e também a re­lação di­fícil que possui com os grandes grupos de co­mu­ni­cação no Brasil, em face de sua pos­tura crí­tica. De modo in­vo­lun­tário, eles pas­saram a co­brir os acon­te­ci­mentos que o en­volvem, por conta da au­di­ência que este tipo de si­tu­ação gera.

Ou seja,  o ca­pitão foi o grande be­ne­fi­ciário até agora do aten­tado. Sua vaga no se­gundo turno fica quase ga­ran­tida e os ad­ver­sá­rios tendem a brigar entre si pela se­gunda vaga. Até porque ele é con­si­de­rado o ad­ver­sário ideal a ser ba­tido, por conta de sua re­jeição ele­vada. Nas si­mu­la­ções ele perde para quase todos os seus pos­sí­veis ri­vais. Uma grande in­cóg­nita é se esta re­jeição também cairá como acon­teceu com Lula. Só o tempo dirá.

Agnelo Corbelino – Empresário e Apresentador do Programa SBT Comunidade.

 

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de setembro de 2018 às 13:39:06
  • 12 de setembro de 2018 às 13:38:53

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *