http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/09/Pedro-Taques-e-Mendes-e1537306307138.png

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, quarta, 19 de dezembro de 2018

SABATINA

Mendes prevê 'colapso' financeiro e critica gastos de Taques durante sabatina

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS

João Vieira

O candidato a governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM), participou de uma sabatina promovida pela Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt) nesta terça-feira (18) e aproveitou para alfinetar o seu concorrente Pedro Taques (PSDB) e comentar suas diretrizes de governo.

Ao ser questionado sobre quais seriam as prioridades e medidas preliminares de governo, ele destacou que a crise financeira foi agravada pelo excesso de gasto da máquina pública. “Mato Grosso fechou 2014 com dívidas na ordem de R$ 912 milhões, 2017 já tem balanço fechado e a dívida, os restos a pagar está na casa de R$ 3,8 bilhões, isso mostra um estado deficiente”, disse.

O postulante criticou também os gastos de mobilidade do Tucano que, segundo ele, mantém com viagens feitas com jatinho . “O atual governador usa um jato para ir a Brasília (DF), isso custa R$ 60 mil. Uma passagem normal, é infinitamente menor. Precisamos agir para evitar o colapso daqui alguns anos” defendeu.

O tucano já havia se defendido anteriormente, alegando que o democrata “desconhece” Mato Grosso e que os vôos de jatinho, em sua maioria, são realizados para salvar vidas de pessoas que precisam ser transferidas para UTIs.

Outro ponto destacado pelo postulante se referiu a segurança pública.  Mauro defendeu que sua gestão irá respeitar as instituições policiais e valorizar o servidor público. “Vamos respeitar as instituições policiais e valorizar o servidor público. Implantar o programa ‘Tolerância Zero’ contra a criminalidade, principalmente contra o crime organizado”, concluiu.

 

 

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 18 de setembro de 2018 às 17:32:54
  • 18 de setembro de 2018 às 17:32:31

Uma resposta para “Mauro Mendes prevê ‘colapso’ financeiro e critica gastos de Taques”

  1. Silvino disse:

    Tudo mentira. A mentira começa já na assembleia com os deputados aliados de taques que falaram que não tinha dinheiro. A gastalança rolou solta, alem de nem tentar economizar gastaram muito mais. Depois de 3 anos e meio apoiando Taques, agora num passe de magica apóiam o Mauro Mendes. Chega desses empresários rifando o orçamento público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *