http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/09/05ba7296f1d4bf1097ec9d7a04a8d07f-e1537470932804.jpg

TCE Campanha Radar 2018 Dez
Cuiabá, quarta, 19 de dezembro de 2018

APÓS ATAQUE

Candidata LGBT registra Boletim de Ocorrência após ataques e xingamentos em rede social

GD

Reprodução/Facebook

A candidata à deputada estadual por Mato Grosso, Madona Arruda (PPS), informou nas redes sociais que procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência por causa de ataques e xingamentos que vem recebendo nas redes sociais pelo simples fato de ser lésbica e defender projetos e políticas públicas voltados para o público LGBTI.

Ela gravou um vídeo explicando que foi orientada a registrar ocorrência na polícia porque está sendo bombardeada de xingamentos. Destaca que o um dos motivos para os ataques esteja rejacionado a um projeto que ela defende, chamado Casa Colorida. “É uma casa de retagaurda, temporária para o público LGBT ir. Nunca precisei passar por isso, meus pais são mararvilhos e até hoje eu moro com meus pais”, ressalta.

Madona pondera ressalta que os ataques partem de pessoas que se declaram eleitoras do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL). “Pessoas que não me conhecem, nunca falei que vou votar em Bolsonaro, nunca falei que ia votar no Lula, nunca falei que ia votar em ninguém. Só que as pessoas estão com tanta raiva, com tanto ódio. Eu apaguei umas 50 mensagens e as pessoas falando Bolsonaro está vindo ai, sua filha da puta, sua vagabunda, sua sapatão”lamenta.

Por fim, se mostra preocupada com a intolerância por causa de candidatos nas eleições deste ano. “As pessoas não conhecem ninguém e vão julgando e xingando por xingar, pela opção sexual dela. Se você quiser que o seu candidato, realmente vença, seja mais humano”, pondera.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 20 de setembro de 2018 às 15:24:14
  • 20 de setembro de 2018 às 15:23:51

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *