http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/09/789835.jpg

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, sábado, 17 de novembro de 2018

ALMT

Janaina Riva critica gestão de Botelho na presidência

HIPER NOTÍCIAS

Assessoria

A deputada estadual Janaina Riva (MDB), reeleita no dia 7 de outubro para o cargo por mais quatro anos, criticou o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM). Segundo a parlamentar, ele deveria ter atuado de forma mais incisiva na defesa dos membros da Casa de Leis.

Segundo a parlamentar, a ALMT poderia ter contribuído mais, por conta da situação caótica, segundo ela, do Estado. Ela defendeu, inclusive, o ajuizamento da questão dos duodécimos devidos pelo Executivo estadual ao legislativo. 

“Eu acho que a Assembleia contribuiu muito pouco. Tinha que ter feito muito mais, ainda mais pela situação crítica que o Estado viveu. Como que você pode, como representante de um poder, não ajuizar o duodécimo. Acredito que o Botelho deveria sim ter ajuizado e cobrei isso várias vezes, não só dele, como também do Guilherme (Maluf). A ALMT poderia, inclusive, designar qual ação fazer com esse dinheiro, numa devolução da Casa”, afirmou.

Janaina criticou, também, a postura de Botelho em relação a questão do não pagamento, por parte do Governo do Estado, das emendas parlamentares dos deputados. “Não vi, por exemplo, a Mesa Diretora entrar com uma ação para dar respaldo as emendas dos parlamentares. Como que eu, presidente de um Poder, não defendo os meus deputados. Por mais que fosse só eu de oposição, como permitir que ela seja injustiçada por ser representante de um poder”, disse.

A deputada destacou ainda que o fato dela fazer oposição ao governador Pedro Taques não permitiu, sequer, que ela presidisse alguma comissão no Legislativo estadual. Segundo a parlamentar, a postura de Botelho fez a Casa se enfraquecer. 

“Não consegui presidir nenhuma comissão porque era deputada de oposição. Aí você tem uma Comissão de Constituição e Justiça, em que o servidor está preocupado em atender o deputado que a preside e o Governo do Estado. Uma comissão de orçamento que está preocupada em atender o Governo porque a maior parte dos deputados é da base governista. A Assembleia, infelizmente, perdeu essa característica de independência. Ela se enfraqueceu muito. Se você quer ser presidente de um poder, você não pode ser base ou oposição. Tem que ser independente”, completou.

 

Veja Mais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *