http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/07/Cabo-Gerson-Correa.jpg

Campanha Unimed Novembro
Cuiabá, sábado, 17 de novembro de 2018

DESCUMPRIMENTO DE CAUTELARES

Juiz decreta prisão e cabo acusado de grampos volta a ser detido em MT

FOLHA MAX

Reprodução

Gerson é acusado de descumprir as medidas cautelares impostas na ocasião de sua soltura, em março deste ano. Segundo o MPE, ele esteve em 31 de agosto na casa noturna Malcom Pub. A determinação da Justiça era de que ele ficasse recolhido em sua residência no período noturno.

Investigações do MPE apontam que o cabo esteve na boate e, inclusive, registrou sua digital. Ele ainda deixou a arma acautelada na gerência da boate. 

Ao pedir a prisão, o Ministério Público Estadual elencou que o comportamento do cabo Gerson leva a crer que a simples imposição das medidas cautelares não consegue impor, por si só, um controle sobre seu gosto em quebrar regras. 

“Assim, é certo que o comportamento do representado externa seu completo desprezo pelas decisões deste Juízo, demonstrando que tão somente medidas cautelares diversas da prisão, são inócuas para conter seu espírito transgressor”, citou o promotor.

O pedido foi feito um dia após a divulgação de que o cabo confessou à Justiça que foi ao Malcon Pub para buscar sua esposa após uma briga familiar. A confissão só foi feita depois que o MPE conseguiu indícios contundentes de que o cabo se fez presente na boate, apresentando biometria digital registrada e documento assinado por ele ao entrar na boate, devido ao porte de arma, que também desrespeita as medidas, uma vez que sua arma foi recolhida.

 

 

Veja Mais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *