http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/11/bar-california-2-.jpg

Campanha Unimed Novembro
Cuiabá, segunda, 19 de novembro de 2018

MUNDO

Atirador invade bar e mata 12 nos EUA; suspeito morreu

G1

Mark J. Terrill/AP Photo

Um atirador invadiu um bar na cidade de Thousand Oaks, no sul da Califórnia (EUA), na noite de quarta-feira (7), deixando mortos e feridos. De acordo com a polícia, 13 pessoas morreram no incidente, entre elas, o suspeito e um policial acionado para atender a ocorrência. A polícia estima que entre 10 e 15 pessoas ficaram feridas.

Cerca de 100 pessoas, entre elas, vários alunos da Pepperdine University, estariam no bar onde acontecia um show de música country quando um homem chegou atirando por volta das 23h30 de quarta-feira (5h30 desta quinta-feira, no horário de Brasília). Há relatos de que foram ouvidos pelo menos 30 disparados.

Cenas de pânico foram relatadas por quem estava no Borderline Bar & Grill, durante a festa “College Country Night”, que reúne estudantes universitários. Há relatos de que havia fumaça no local. Muitas pessoas quebraram as janelas para tentar fugir. Outras tentaram se esconder no banheiros.

‘Sangue por toda parte’

O xerife Geoff Dean descreveu a cena dentro do bar como “horrível”. “Há sangue por toda parte”, afirmou, mas disse que evitou se aproximar para não prejudicar o trabalho dos investigadores.

O suspeito ainda não foi identificado, mas a polícia acredita até o momento que ele tenha agido sozinho. Seu corpo foi encontrado no local com ferimento procado por arma de fogo, mas ainda não se sabe quem seria responsável pelo disparo.

‘Herói’

Ron Helus, que prestou serviço por 29 anos para a polícia, foi um dos primeiros a chegar ao local do crime e foi baleado. O agente do condado de Ventura foi levado para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

“Ron era trabalhador dedicado. Ele era totalmente comprometido, deu tudo de si e hoje à noite, como eu disse a sua esposa, ele morreu como um herói”, afirmou o xerife Geoff Dean, com a voz embargada.

Algumas vítimas conseguiram deixar o estabelecimento e procuraram atendimento por conta própria. A polícia e várias ambulâncias foram mobilizadas rapidamente após o incidente, de acordo com o prefeito da cidade Andy Fox.

Universitários

A Universidade de Pepperdine infomrou que vários de seus estudantes estavam Borderline Bar & Grill no momento do crime e que fornece informações para as autoridades policiais. “A Universidade oferece suas mais profundas condolências e está rezando por todos os envolvidos nos trágicos eventos desta noite”, informou no Twitter.

 presidente Donald Trump afirmou que foi informado sobre o “terrível tiroteio” e elogiou a atuação da polícia.

“Grande bravura demonstrada pela polícia. A patrulha rodoviária da Califórnia estava na cena do crime em 3 minutos, com o primeiro policial a entrar atingido inúmeras vezes. Ele morreu no hospital. Deus abençoe todas as vítimas e as suas famílias. Obrigado pelo cumprimento da lei”, afirmou.

 presidente Donald Trump afirmou que foi informado sobre o “terrível tiroteio” e elogiou a atuação da polícia.

“Grande bravura demonstrada pela polícia. A patrulha rodoviária da Califórnia estava na cena do crime em 3 minutos, com o primeiro policial a entrar atingido inúmeras vezes. Ele morreu no hospital. Deus abençoe todas as vítimas e as suas famílias. Obrigado pelo cumprimento da lei”, afirmou.

 

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 8 de novembro de 2018 às 09:10:09

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *