http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/10/334711-640x426.jpg

TCE Campanha Radar 2018 Dez
Cuiabá, sexta, 14 de dezembro de 2018

CONFRONTO

Ladrão morre em troca de tiros com PM após roubo em loja

OLHAR DIRETO

Divulgação

Um assaltante de 33 anos, identificado como Luís Wagner Pinto, morreu em um confronto com a Polícia Militar, durante o roubo a uma loja, localizada na avenida Couto Magalhães, no Centro de Várzea Grande, na madrugada desta segunda-feira (19). O acusado ainda chegou a ser socorrido pelos militares do 4º Batalhão, mas foi a óbito no hospital.
 
Conforme as informações do 4º Batalhão, a PM recebeu informações de que um caminhão tinha entrado no Centro da cidade para auxiliar em um furto a uma loja. O veículo foi encontrado na avenida Ulisses Pompeu de Campos, onde foram abordados os suspeitos Eduardo Dinalo de Melo, 24 anos e Marlon José Martins da Silva, 26 anos.
 
Dentro do caminhão estavam diversos eletrodomésticos, todos novos e embalados nas caixas. Questionada, a dupla se contradisse, até que um deles acabou entregando que estavam participando de um assalto.
 
Viaturas então seguiram para a loja, na avenida Couto Magalhães e os militares entraram no local. Um dos suspeitos foi visualizado e antes mesmo que os policiais gritassem para que largasse a arma, ele começou a efetuar disparos contra as equipes.
 
Os militares então revidaram o tiro e conseguiram atingir o criminoso na região do Tórax. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o médico informou que o tempo de resposta não seria o suficiente. Por conta disto, Luís foi encaminhado na própria viatura para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).
 
Porém, o criminoso não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. Um quarto integrante do bando conseguiu fugir pelo telhado e ainda não foi encontrado pela polícia.  Eduardo e Marlon foram encaminhados para a Central de Flagrantes, onde foi registrado o boletim de ocorrência. Os produtos recuperados também foram transportados para lá.
 
O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local realizando os trabalhos.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 19 de novembro de 2018 às 08:27:56

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *