http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/11/8a2f6d7b9b40e86ad42db8d5eadfa838-e1542129353202.jpg

Campanha Shopping Popular
Cuiabá, sexta, 14 de dezembro de 2018

IMPUGNADO

TSE julga recurso contra impugnação de Fabris que busca validar 22 mil votos

OLHAR DIRETO

Otamar de Oliveira

O recurso contra impugnação da candidatura do deputado Gilmar Fabris, que busca descongelar seus votos recebidos nas eleições de 2018, deve ser julgado nesta quarta-feira (5) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O recurso está na pauta da Sessão Plenária Virtual e caso não seja negado Fabris poderá ser diplomado em 2019.
 
O recurso ordinário de Fabris é o item 3 da pauta de amanhã e tem como relator o ministro Admar Gonzaga. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia concedido medida liminar ao deputado Gilmar Fabris (PSD), reconhecendo a prescrição da pena aplicada a ele pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), pelo crime de peculato.

A defesa do deputado então usou esta decisão favorável para recorrer na Justiça Eleitoral buscando garantir a elegibilidade e a validação dos votos recebidos na eleição deste ano. Fabris obteve 22.913 votos, que estão suspensos.

Caso reverta a decisão desfavorável, será considerado reeleito e deixará o deputado estadual Allan Kardec (PDT) na primeira suplência da legenda. O pedetista teve 18.629 votos.
 
O indeferimento
 
O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) indeferiu na noite do dia 2 de outubro o registro de candidatura do candidato a deputado estadual Gilmar Fabris com quatro votos contrários e outros três favoráveis.
 
O relator do pedido do registro de candidatura, juiz Ricardo Almeida, rejeitou a tese da Procuradoria Eleitoral de que o parlamentar estaria impedido de ser candidato com base na lei da ficha limpa, em razão de uma condenação imposta pelo Tribunal de Justiça a 6 anos e 8 meses de reclusão pela suspeita do crime de peculato. Mas pela maioria o registro foi indeferido.

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de dezembro de 2018 às 17:44:43
  • 4 de dezembro de 2018 às 16:29:46

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *