http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/12/f7000801358861f5c63f74ffa1f4965a.jpg

Campanha para todas as mulheres - Unimed
Cuiabá, quinta, 21 de março de 2019

GOVERNO MENDES

Kardec confirma possibilidade de assumir Cultura e aguarda decisão de Mauro

OLHAR DIRETO

JLSiqueira

O deputado estadual reeleito Allan Kardec (PDT) pode ser o nome escolhido pelo governador eleito Mauro Mendes (DEM) para chefiar a Cultura, pasta que também englobará as áreas de Turismo, Esporte e Lazer. A informação foi confirmada pelo próprio parlamentar, que garantiu a existência do diálogo com o núcleo de transição.

De acordo com Kardec, o PDT, partido do vice-governador eleito Otaviano Pivetta já indicou os nomes do engenheiro Marcelo Oliveira para Infraestrutura e o da servidora Marioneide Angélica Kliemaschewsk para a Educação, pasta que já ocupa na gestão de Pedro Taques (PSDB).

O parlamentar também explicou que o PDT trabalha para indicar o nome do maestro Fabrício Carvalho, pró-reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para chefiar a pasta, mas não descartou se afastar do mandato de deputado para assumir a secretaria, caso seja a vontade do grupo político.  

“Sim, existe sim esta possibilidade, mas não teve convite e ainda não sentamos para definir. Estamos trabalhando com o núcleo de transição sobre a coordenação do maestro. Ainda estamos dialogando com o Mauro, hoje tem a apresentação do núcleo de transição e esta é nossa grande expectativa também”, disse ao Olhar Direto.

Caso Kardec seja convidado e aceite comandar a Cultura do Estado, o deputado estadual Romoaldo Júnior (MDB), que também é do grupo que apoiou a candidatura de Mauro Mendes irá assumir a sua cadeira na casa de leis.

A vaga também é disputada pelo também deputado estadual Gilmar Fabris (PSD), 10° candidato mais votado, que vem tentando reverter na justiça o indeferimento do registro de sua candidatura e descongelar os seus 22.913 votos.

Fabris teve sua candidatura impugnada pelo Ministério Público Eleitoral de Fabris e o pedido de registro negado pelo Tribunal Regional Eleitoral.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 13 de dezembro de 2018 às 17:15:35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *