https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/02/xsandro-1.jpg.pagespeed.ic_.ojwwduauq-1-1.jpg

BRASIL

Filho de João de Deus é preso por corrupção ativa e coação de testemunhas

Renata Okumura, do Estadão Conteúdo
redacao@matogrossomais.com.br

Polícia Civil/Divulgação
A Justiça recebeu denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO) contra ele por coação no curso do processo e corrupção ativa e determinou sua prisão.

Preso no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia desde dezembro por acusação de crimes sexuais, o médium também responde pelo mesmo crime que o filho.

“O mandado resulta de representação feita pelo Ministério Público de Goiás, o qual apura crimes de violação sexual mediante fraude, coação e corrupção ativa. Esclarecemos que, como se trata de denúncia oriunda do MP, apenas aquele órgão irá se pronunciar sobre detalhes a investigação em questão”, destacou a nota.

Em 24 de janeiro, o Ministério Público de Goiás apresentou duas novas denúncias contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus.A acusação também tinha como alvo o filho do médium, Sandro Teixeira de Oliveira, que responderá por coação e corrupção ativa de testemunha, de acordo com o MP-GO. Segundo o promotor Augusto César de Souza, um dia após o registro de um abuso sexual que teria acontecido em 2016, João de Deus e o filho tentaram ‘comprar’ a testemunha.

O médium está preso desde dezembro no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Ele nega os crimes.

A reportagem não conseguiu localizar o advogado de defesa Sandro Teixeira de Faria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais