http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/04/rafael-10478393.jpg

Cuiabá, quarta, 19 de junho de 2019

DEPENDENTES QUÍMICOS

Rafael Ilha com Casagrande

ESTADÃO CONTEÚDO

Divulgação

“Você tira sarro ou acha graça de uma pessoa com câncer, aids, leucemia ou alguma doença grave e degenerativa? Com certeza não”, escreveu Rafael Ilha na página oficial dele no Instagram na qual aparece ao lado do ex-jogador e comentarista Walter Casagrande e do ator Fábio Assunção.

O ex-Polegar queria chamar atenção para a gravidade do problema e desabafar sobre a série de deboches que as pessoas com algum tipo de vício sofrem. “Somos dependentes químicos sim e qual é a graça? A dependência química ceifa milhões de vidas, destrói milhares de famílias todos os anos no mundo todo e muitos imbecis acham graça disso”, afirmou.

Na edição do reality A Fazenda, no ano passado, Rafael Ilha chegou a dizer que se arrepende do tempo perdido com as drogas. “Para esses jovens que estão conhecendo as drogas, a coisa que eu mais me arrependo na vida foi o tempo que eu perdi com as drogas. Porque as outras coisas a gente recupera. A gente recupera a parte financeira, a gente recupera o trabalho, graças a Deus consegui ter a restauração da minha família, que é destruída. Mas o tempo a gente não consegue recuperar”, disse o cantor.

Nesta segunda-feira, dia 1º, Rafael Ilha pediu para que as pessoas parem de zombar de quem tem o problema. “Se conscientize que a dependência química mata e faz milhões de pessoas sofrerem. Dependência química é uma doença, uma doença grave e mortal. Então, respeite! Loucura é você achar isso engraçado”, concluiu o ex-Polegar.

O cantor recebeu o apoio de muitos seguidores. E também houve relatos de quem já sofreu com o vício. “Eu já sofri na pele a dor da dependência química. Perdi 15 anos da minha vida! Isso não é brincadeira é coisa séria”, relatou um internauta.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 3 de abril de 2019 às 16:30:26
  • 3 de abril de 2019 às 16:29:24

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *