http://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/05/eta.jpg

IST/Aids Maio Governo
Cuiabá, sexta, 24 de maio de 2019

ECONOMIA

Sebrae indica que 60% das empresas online fecha no primeiro ano

Enéias Raasch

Divulgação

Números lançados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), indicam que o índice de fechamento de novas empresas online no Brasil foi de cerca de 60% no ano 2018. Segundo os estudos realizados por esta entidade, apesar de o aumento no número de empresas online ser cada vez mais premente e visível, assiste-se, agora, também a um elevado índice de falência, sendo que, segundo os dados de 2018, 60% das empresas não ultrapassam os 12 primeiros meses e 80% acaba por fechar no primeiro ano e meio.

Entre as principais razões para que estas empresas acabem por falir, encontra-se a falta de atenção a algumas das principais regras do e-marketing e a própria estrutura empresarial, que descura, com frequência, importantes aspectos da identidade da marca. Perante um cenário de concorrência assertiva, onde novas estratégias se tornam necessárias para que uma marca consiga conquistar o sucesso, torna-se importante conhecer melhor as questões relacionadas com a construção e promoção de novas marcas no meio online, para que surja uma oportunidade de vingar neste mundo empresarial da web.

Evidentemente, face aos constrangimentos de ordem econômica e às referidas lógicas da concorrência, a edificação de estruturas de identidade mais sólidas poderão não garantir o sucesso da empresa. Ainda assim, será mais provável que uma marca se destaque das demais e tenha sucesso caso esses pontos estejam devidamente estruturados.

A identidade da marca e o sucesso de uma loja online

A identidade de uma marca é, fundamentalmente, tudo aquilo que lhe confere traços próprios, únicos e intransmissíveis, que a destacarão das demais. Esta identidade reside no seu nome e propósito, ancorando-se nos seus valores, princípios e objetivos. Além destes aspetos, no entanto, outros serão também pertinentes. Falamos, por exemplo, de aspetos visuais, provenientes do design digital, como é o caso do logótipo.

Os logótipos são muito importantes e, por isso, a aposta das marcas nestes costuma ser bastante grande. Não é incomum que se contratem especialistas da área do marketing ou do design para desenvolver este tipo de trabalho, embora também existam alternativas, atualmente, que permitem que os mesmos sejam gerados com orçamentos bastante baixos ou mesmo gratuitamente, na Internet. Para saber como, clique aqui.

A pertinência do logótipo, tal como o nome ou o slogan não pode ser ignorada. De facto, a identidade da marca pode ser o que faz a diferença, junto do consumidor, transmitindo-lhe sensações quanto à empresa. A confiança, a credibilidade e a pertinência de uma marca são alguns elementos que, antes mesmo de se gerar um contato efetivo entre cliente e loja, perpassam através da imagem da marca. Os dados lançados pela SEBRAE são claros indicadores de que muitas empresas não têm dado a devida importância a estes conceitos, descurando a forma como se apresentam ao público em geral.

Torna-se importante, perante as novas lógicas de mercado, criar uma sensibilidade junto dos novos empreendedores para que façam uma aposta mais assertiva nas técnicas de construção identitária das suas lojas online, para garantir a criação de uma marca com futuro.

Casos de sucesso que contrariam os números do SEBRAE

Evidentemente, e ainda que seja algo assustador considerar os 80% de percentagem de falha de novas empresas nos primeiros 18 meses, a verdade é que existe também alguns casos que comprovam que o sucesso no setor do e-commerce não é inatingível. Várias lojas online brasileiras conseguiram o seu lugar ao sol durante os últimos anos, aproveitando as tendências de mercado e retirando destas as oportunidades para o sucesso efetivo.

É preciso considerar que, embora exista uma grande margem de erro, no seio das marcas digitais, existe também um grande núcleo de oportunidades, que se manifestam sob a forma de aliados fundamentais e novas estruturas de apoio. Novas formas de gestão logística, como o Dropshipping ou novas formas de envio de encomendas como o ePacket tornam possível uma existência mais pacata e uma atuação mais competente por parte destas novas entidades.

Ao permitirem uma melhoria do serviço, contando que as marcas tenham feito um bom trabalho na criação de uma identidade estável, este tipo de estruturas servirá para garantir que as novas empresas sobrevivem, mesmo perante as aterradoras estatísticas da atualidade. Exemplos de que este tipo de ação pode funcionar são empresas brasileiras online como a Netshoes ou a Dafiti, que desafiaram as lógicas de mercado e viraram verdadeiros casos de sucesso, revelando que o empreendedorismo brasileiro pode conduzir ao sucesso efetivo.

Além destas, muitas outras empresas continuam a surgir e a ter sucesso, construindo fórmulas para se destacarem das demais e utilizando as várias ferramentas disponíveis para garantir que conseguem uma melhor resposta por parte dos seus públicos. Através de uma identidade sólida e com recurso às novas tecnologias e às redes sociais, será, por isso, possível contrariar os números apresentados pela SEBRAE.


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 16 de maio de 2019 às 14:50:17
  • 16 de maio de 2019 às 09:40:35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *