ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Denúncia de que servidores teriam dobrado de salário faz Botelho abrir investigação

A fim de identificar discrepâncias na folha de pagamento do Parlamento Estadual, o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho determinou a realização de um estudo detalhado.

A intenção é verificar eventuais erros em progressões de carreira de servidores da Casa de Leis. A informação é do Diário de Cuiabá.

Segundo a reportagem, 0 levantamento está sendo feito pelo primeiro-secretário da ALMT, deputado estadual Max Russi (PSB).

O motivo: há denúncias de que funcionários do Legislativo teriam dobrado de salário em menos de três anos de trabalho. rir

“Houve alguns disparates, alguns abusos. Tem gente que entrou aqui, há três anos, com um salário de R$ 8 mil e, em menos de quatro anos, já aumentou 50% na carreira. Isso não tem em nenhum lugar do mundo”, explicou Botelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais