https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/06/dilmar.jpg

CITOU DEPUTADOS

Ex-líder de Pedro Taques defende criação de CPI para investigar grampos ilegais

Reprodução

O deputado estadual Dilmar Dal’Bosco (DEM), que foi líder do Governo na Gestão Pedro Taques (PSDB), defendeu que a Assembleia Legislativa crie uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o esquema de interceptações telefônicas ilegais em Mato Grosso.

O esquema, conhecido como “Grampolândia Pantaneira”, veio à tona em 2017. Nesta semana, novas revelações sobre o esquema foram trazidas pelos coronéis da PM Evandro Lesco (ex-chefe da Casa Militar) e Zaqueu Barbosa (comandante da Polícia Militar) e pelo cabo da Polícia Militar Gerson Correa.

Este último, por exemplo, listou 15 operações que, segundo ele, foram realizadas com o uso de grampos ilegais pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). Algumas tiveram como alvo membros da Assembleia Legislativa. Além disso, a deputada Janaina Riva (MDB) foi uma das que teve os celulares grampeados. As informações são do Midianews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 19 de julho de 2019 às 16:45:46
  • 19 de julho de 2019 às 11:04:22