https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/Carlos-Fávaro.jpg

SOB NOVA DIREÇÃO

Carlos Fávaro assume PSD com condição de saída de Riva e Cia

Após Chico Daltro entregar a presidência do PSD de Mato Grosso e o prefeito de Nortelândia e presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, tentar resgatar o partido que estava sob ameaça de deixar de ser o maior com número de prefeitos no Estado, o vice-governador Carlos Fávaro anunciou sua filiação, além de assumir a presidência da sigla em Mato Grosso.

O vice-governador deixou claro que aceitou o convite do ministro Kassab de presidir o PSD, com uma condição, a saída dos deputados Janaina Riva, Gilmar Fabris e ex-deputado José Riva. “Não é nada pessoal, apenas incompatibilidade de projetos”.

Com a migração de Fávaro, a fusão entre PL – que aguarda decisão do plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para recriação – e o PSD fica confirmada. Com a nova liderança no partido os prefeitos que anunciaram insatisfação no início do ano devem continuar no na legenda, além da migração de novas figuras políticas para os dois partidos.

De acordo com o vice-governador, o PSD ganha agora uma força para que tenha uma posição de destaque nacional, já que a proposta do Ministro Kassab é fortalecer Mato Grosso no Congresso e no Senado, dando espaço e legitimidade para sua base.

“Meu movimento não é diferente do nosso governador Pedro Taques. Vou lutar por um Mato Grosso mais forte e mais robusto na federação”, disse.

Para Kassab que idealizou a recriação do PL, partido fica mais forte em Mato Grosso com a chegada do vice-governador Fávaro.

“Uma grande liderança, que já mostrou sua competência e certamente trabalhará muito para fazer o melhor por todo o estado”, ressaltou.

Foto: Gcom

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *