OPERAÇÃO SODOMA

Emanuel Pinheiro nega reunião com empresário delator e ex-secretários presos

O deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR) negou que tenha se reunido com o empresário João Batista Rosa, delator do suposto esquema de cobrança de propina em troca de benefícios fiscais em Mato Grosso.

O ex-governador Silval Barbosa (PSDB), e seus ex-secretários Pedro Nadaf (Indústria e Comércio) e Marcel de Cursi (Fazenda) estão presos em Cuiabá, acusados de operarem o esquema.

Segundo a investigação do Ministério Público Estadual (MPE) e da Polícia Civil, Emanuel é citado em uma conversa, por meio do aplicativo WhatsApp, entre Cursi e o empresário.

Emanuel afirmou, entretanto, que há uma tentativa maldosa de incluir seu nome no esquema.

“Estão tentando me arrastar para uma situação ao qual não tenho nenhum envolvimento. É uma tentativa maldosa de envolver meu nome. Não sei a qual interesse. Imagino, mas não tenho provas. Mas não conseguiram e não vão conseguir macular 27 anos de vida pública”, afirmou.

De acordo com o deputado, a reunião citada nas conversas do ex-secretário nunca ocorreu. Com informações do Midianews

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *