https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/polícia-civil.jpg

OPERAÇÃO METÁSTASE

Gaeco cumpre mandados de prisão contra 22 acusados de fraudes na Assembleia

Corregedoria da Polícia Civil prende investigador acusado de extorsão . Foto: Divulgação

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), composto por membros do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar está neste momento dando cumprimento a 22 mandados de prisão temporária expedidos pela Vara do Crime Organizado.

Na mesma oportunidade estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e pessoas estão sendo intimadas para depor.

O Bope da Polícia Militar também está apoiando o cumprimento das medidas. As investigações estão sendo levadas a efeito através de uma ação conjunta entre Gaeco e Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa do MPE e indicam a prática dos crimes de constituição de organização criminosa, peculato e falsidade documental que teriam sido perpetrados na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Aproximadamente 80 agentes públicos (Promotores de Justiça, Delegados de Polícia, policiais militares e civis, inclusive BOPE) estão envolvidos no cumprimento das ordens judiciais.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *