https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/7e4b1424ede4e1f0189830647ffe09c4.jpg

"AMIGAS EMPREENDEDORAS"

Lucimar reúne centenas de mulheres no fortalecimento do programa de geração de renda

O maior objetivo deste projeto é dar as mulheres condição de aumentar a renda e, ao mesmo tempo, possibilitar as famílias conquista da autonomia econômica. Foto: Assessoria

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, participou na manhã desta quinta-feira (24) da cerimônia de posse de diretorias que compõem o projeto “Amiga Empreendedora”.

A solenidade que contou com a participação de centenas de lideranças representando os 28 bairros, onde o projeto foi implantado, também foi oportunidade de integração entre as participantes e instrutoras, por parte do poder público e comunidades. A solenidade ocorreu no auditório da Secretaria de Promoção Social.

O maior objetivo deste projeto é dar as mulheres condição de aumentar a renda e, ao mesmo tempo, possibilitar as famílias conquista da autonomia econômica. Foto: Assessoria

O maior objetivo deste projeto é dar as mulheres condição de aumentar a renda e, ao mesmo tempo, possibilitar as famílias conquista da autonomia econômica. Foto: Assessoria

Lucimar Campos disse que o projeto “Amigas Empreendedoras” é uma oportunidade que as mulheres de Várzea Grande estão tendo de mudar de vida por meio de qualificação profissional.

“O maior objetivo deste projeto é dar as mulheres condição de aumentar a renda e, ao mesmo tempo, possibilitar as famílias conquista da autonomia econômica”.

Em seu discurso, a prefeita destacou o poder que a mulher tem o poder em resolver várias questões ao mesmo tempo, sem esquecer de suas funções de mulher, mãe e dona de casa.

“O projeto também visa empoderar mulheres e promover a equidade em todas as atividades sociais e da economia garantindo o efetivo fortalecimento, não só da economia local, também quando essas mulheres virarem empreendedoras, o que impulsionará seu próprio negócio, dando à melhoria da qualidade de vida para a sua família”, afiançou a prefeita.

A pastora da Igreja da Graça, Laíce Torres, parabenizou a prefeita pela iniciativa da ‘Amigas Empreendedoras’, e disse que esse projeto vem de encontro às necessidades das mulheres, que buscam melhorar a renda familiar, além de ser também uma forma de elevar a auto-estima das donas de casas.

“Todas as mulheres tem um dom adormecido, e esse projeto é uma forma de potencializar o conhecimento e, ao mesmo tempo, criar condições para que ele se fortaleça e cresça cada vez mais”, disse a pastora destacando ainda que tem colocado em suas orações o nome da prefeita Lucimar para que ela continue conduzindo a administração da cidade com altivez e  que nunca perca a fé nos momentos mais difíceis.

Já a empreendedora Célia Melo, também destacou a importância do projeto social e lembrou que ela também vem de uma família humilde, mas com trabalho e determinação conseguiu montar o seu empreendimento em Várzea Grande. Num tom de brincadeira, a empresária disse que os mais antigos diziam que na curva do rio nada se estabelecia.

“Essa citação é um mito porque foi na curva do Rio Cuiabá que eu e meu marido montamos a nossa empresa e que temos trabalhado todos os dias para que o nosso empreendimento cresça cada dia mais. Tudo na vida começa com a realização de um sonho. Espero que vocês possam também se tornar micro empreendedor por isso aproveite a oportunidade que estão tendo e que se dediquem o máximo possível para aprender as atividades que estão sendo oferecidas”, disse ela incentivando as novas micro empreendedoras que o projeto cria.

Depoimentos:

A moradora do bairro Cidade de Deus, Gláucia Schimitt Ratier que está fazendo o curso de chinelos disse que em três aulas já começou a confeccionar o produto e que até já recebeu algumas encomendas. “Esse projeto veio para mudar a minha vida e a vida de dezenas de mulheres que, como eu, não tinha oportunidade de fazer o curso por falta de tempo e de dinheiro. Cuido de minha mãe e minha avó e por isso não tem condições de trabalhar fora de casa. Com o curso poderei confeccionar os chinelos em casa e vender a minha confecção no comercio do bairro e região”.

A moradora do Jardim das Oliveiras, Maria Rodrigues da Silva, escolheu o curso de pintura em tecidos e têm adorado as aulas, ministradas todas as segundas-feiras no bairro. “Fico contando os segundos para o nosso encontro.

Além de aprender um curso profissionalizante, tenho uma tarde de muita conversa e diversão com as colegas. Divirto-me muito quando estou lá e até esqueço os problemas existentes em casa”.

Já a moradora do bairro Serra Dourada, Rosemari da Costa Leite, que esta fazendo o curso de cabeleireira, disse que essa não era a sua primeira opção, que queria se especializar na confecção de crochê, mas decidiu mesmo assim aproveitar a oportunidade e se inscrever no curso de cabeleireiro, na tentativa de uma nova profissão.

“Depois da primeira aula já sabia que era isso que eu queria, e estou adorando a experiência na arte da beleza. Vou me dedicar ao máximo para me preparar para o mercado de trabalho. Já estou me organizando para montar o meu salão na sala de minha casa, e quem sabe um dia, abrir o meu próprio salão de beleza em um lugar mais apropriado”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *