https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/lucimar.jpg

PAC II

Parceria entre VG e órgãos de controle do Estado e União garante obras

Divulgação

A prefeita Lucimar Campos (DEM) esteve reunida na tarde desta quinta-feira (1) com representantes de órgãos de controle e de fiscalização do Estado e em nível federal, a fim de trazer os órgãos de controle para dentro da administração pública, e, de forma transparente, apresentar os projetos das obras do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, para conhecimento, vez que serão iniciados os processos de licitação.

O objetivo é que as licitações tenham a lisura. E se houver apontamentos, que possam ser corrigidos antes da finalização.

As obras têm prazo de cinco a seis anos para sua conclusão.

As obras vão assegurar desenvolvimento para o município e solução de problemas de saneamento básico, abastecimento d’água e infraestrutura para os próximos 20 anos.

“Várzea Grande precisa pôr em prática as obras do PAC sem perder tempo, pois os recursos, da ordem de R$ 453 milhões de reais estão disponíveis para execução destas obras. Somente a união e a parceria corrigem a lacuna deixada há oito anos, quando foi lançado o PAC. Este programa irá transformar nossa cidade com obras importantes para a população”, disse a prefeita.

Na reunião, houve apresentação técnica dos projetos do PAC 1 e II para os representantes dos órgãos. Por parte do Ministério Público Estadual, Deosdete Cruz Júnior, integrante da Promotoria do Patrimônio Público do órgão; José Luiz Dias, gerente Regional da Caixa Econômica Federal; conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado, Moisés Maciel; secretária executiva da Rede de Controle do Estado de Mato Grosso, Maria Aparecida Del Lano; e auditores do Tribunal de Contas da União, Carlos Augusto de Melo Ferraz, Waldemir Paulino Paschoiotto, Renê Oliveira N. Júnior e Regivalder Pereira da Silva.

Na opinião do auditor do Tribunal de Contas da União, Carlos Augusto de Melo Ferraz, o TCU quer acompanhar e torce para que a Prefeitura cumpra todos os dispositivos relacionados à condução do PAC no município.

Ele citou a importância de que os prazos sejam cumpridos e Várzea Grande ganhe com a execução das obras de envergadura sócio-econômica.

Segundo o assessor especial da Unidade Executora Local do Programa de Aceleração do Crescimento, Manoel Tereza, até agora já foram licitadas a construção de 270 casas, obras de pavimentação e drenagem, o que totaliza recursos na ordem de R$ 30 milhões.

Também informou que os serviços para construção das unidades habitacionais, sediadas no bairro Ikaray, já foram iniciados. O Ikaray será contemplado com 98 unidades e o bairro São João,172.

Conforme o técnico, as licitações serão desencadeadas sequencialmente. Os recursos do PAC I e II são da ordem de R$ 453 milhões.

Com a conclusão de todos os projetos previstos na área de saneamento básico, prevê-se que o município terá 100% de atendimento de água potável e 67% de coleta e tratamento de esgoto.

“Hoje apresentamos oficialmente os projetos aos órgãos de controle, que têm acompanhado a lisura e transparência do processo”.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *