CORPOS FORAM CARBONIZADOS

Acusado de matar e atear fogo e corpos de mãe e filha em Várzea Grande é pastor evangélico

O pastor evangélico Valto dos Reis Mandinga, 43 anos, foi preso ontem pela suspeita de ter matado e ateado fogo nos corpos de Simone Feitosa Luz, 37 anos, e Aline Feitosa, 16.

Mãe e filha desapareceram na segunda-feira (28), no centro de Cuiabá, mas os corpos foram encontrados carbonizados no dia seguinte, em um terreno baldio em Várzea Grande. Valto é ex-namorado de Simone, que estava noiva. A polícia disse que os dois ainda manteriam uma relação amorosa.

Conforme as informações do delegado Geraldo Gizoni, um vigia que trabalha próximo ao local onde os corpos foram encontrados foi a testemunha-chave para a polícia chegar até o suspeito. Ele contou em depoimento que, na noite de segunda-feira, viu o carro do suspeito passando em baixa velocidade pela região.

Veja Mais

Um comentário em “Acusado de matar e atear fogo e corpos de mãe e filha em Várzea Grande é pastor evangélico”

  1. fernanda disse:

    As pessoas tem tomar conhecimento das coisas antes de sair acusando e jugando os outros…vai saber se essa mulher só tinha relacionamento com ele…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *