https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/adolescentes.jpg

MORTAS A PAULADAS

Assassinato de adolescentes completa um ano nesta segunda-feira

Completa nesta segunda-feira, 5 de outubro de 2015, um ano do duplo assassinato de duas jovens, no bairro Jardim Umuarama, em Cuiabá.

Poliana Alessandra de Araújo, de 14 anos, e a amiga dela, Luzinete Lemos Rodrigues, de 16 anos, foram mortas a pauladas.

O auxiliar de serviços gerais, Diego José da Silva, de 22 anos, é suspeito de ter assassinado as duas.

Ele era ex-namorado de Poliana Alessandra de Araújo Alves.

Mesmo sendo suspeito do crime, Diego só foi preso pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), oito dias após o duplo assassinato, no dia 13 de outubro.

Segundo a delegada Anaíde Barros, responsável pela investigação, em entrevista à imprensa, Diego foi preso na casa da família da vítima, onde continuou morando mesmo após a morte da namorada.

A Polícia Civil indiciou Diego por homicídio duplamente qualificado com motivação passional.

No dia da sua prisão, o acusado negou o crime e disse que mensagens ameaçadoras enviadas para o celular da sua namorada seriam só para ‘protegê-la’.

A defesa de Diego alegou à época que ele esteve na companhia da namorada até as 2h30 do dia do crime, e que após isso, ele teria ficado com outros familiares. O assassinato teria acontecido horas depois.

Os corpos das duas jovens estavam nus e com vários ferimentos na região frontal da cabeça, provocados por um objeto contundente.

Poliana e Luzinete foram vistas com vida pela última vez em um bar, comemorando o aniversário da mãe de Luzinete.

De lá, as vítimas foram para a casa da Luzinete.

Os corpos foram encontrados horas depois pelo namorado de Poliana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais