https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/DOIA.jpg

SUPOSTA CORRUPÇÃO NO DETRAN

Dóia deixa Finanças de Sinop e nega que tenha feito delação premiada ao Ministério Público

O prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), aceitou o pedido de demissão e Teodoro Moreira Lopes, o Dóia, não é mais secretário de Finanças de Sinop.

Em entrevista coletiva na tarde dessa quinta-feira (8), Dóia explicou os motivos que o levaram a sair do cargo.

Esta semana, a imprensa de MT publicou informações de que o ex-gestor teria feito delação premiada junto ao Ministério Público do Estado para revelar suposto esquema de corrupção no Detran/MT, onde foi presidente da autarquia de 2007 a 2013.

Dóia, na coletiva, negou que tenha feito delação.

“Não vou responder nada sobre ataques pessoais porque não vem ao caso neste momento”. Volto a frisar que não vou tratar deste assunto. Por que? Porque não é o momento. (…) Não vou comentar sobre algo pessoal. Nem defesa eu preciso fazer porque não tem nada em relação àquilo. Pode ter certeza que já fui em todos os órgãos, na Delegacia Fazendária, no Gaeco, no Tribunal de Contas do Estado (TCE) para responder tudo o que fosse necessário, como sempre fiz no período em que estive na vida pública”, comentou.

Apesar de não confirmar a delação, a saída de Dóia seria para proteger a família e evitar desgastes para o prefeito Juarez Costa.

“Estou na prefeitura por compromisso pessoal que tenho com o prefeito, não por causa do cargo. E não quero trazer preocupação ou problemas, por isso tomei a decisão de não continuar. Além disso, em certos momentos você tem que recuar e proteger sua família. Não quero expor minha filha, que faz tratamento, pois isso faria com que ela se abatesse”, afirmou.

No lugar de Dóia, o prefeito Juarez Costa nomeou o empresário Alcione de Paula, chefe do Núcleo de Desenvolvimento Urbano de Sinop (Prodeurbs).

Dóia assumiu o cargo de secretário de Finanças em março de 2013, substituindo Silvano Amaral, que hoje é deputado estadual. (Com Só Notícias)

Foto: Só Notícias/Luiz Ornaghi

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *