https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/LIDIANE-ROCHA.jpg

11 DIAS NA CADEIA

Prefeita ostentação do Maranhão, Lidiane Rocha está livre

SÃO LUÍS – A ex-prefeita Lidiane Leite, que estava foragida desde agosto, se apresentou na sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís, nesta segunda-feira (28). Ela chegou ao local acompanha de seus advogados. Lidiane é suspeita de envolvimento em um esquema que desviou mais de R$ 15 milhões dos cofres públicos do município de Bom Jardim, a 275 km de São Luís. Prefeita de uma cidade à beira da miséria, com um dos piores índices de desenvolvimento humano (IDH) do país, ela exibia uma vida luxuosa nas redes sociais.

A Justiça Federal concedeu nesta sexta-feira (9) liberdade para a ex-prefeita Lidiane Rocha (ex-PP) da cidade de Bom Jardim no interior no Maranhão.

Agora Lidiane vai cumprir medidas cautelares, precisa usar tornozeleira eletrônica e terá que se apresentar à Justiça mensalmente.

A ex-prefeita é suspeita de ter desviado R$ 15 milhões através de fraude na licitação de merenda escolar.

SÃO LUÍS – A ex-prefeita Lidiane Leite, que estava foragida desde agosto, se apresentou na sede da Polícia Federal, no bairro da Cohama, em São Luís, nesta segunda-feira (28). Ela chegou ao local acompanha de seus advogados. Lidiane é suspeita de envolvimento em um esquema que desviou mais de R$ 15 milhões dos cofres públicos do município de Bom Jardim, a 275 km de São Luís. Prefeita de uma cidade à beira da miséria, com um dos piores índices de desenvolvimento humano (IDH) do país, ela exibia uma vida luxuosa nas redes sociais.

Prefeita de uma cidade à beira da miséria, com um dos piores índices de desenvolvimento humano (IDH) do país, ela exibia uma vida luxuosa nas redes sociais.

Ela ficou apenas 11 dias presa no quartel do Corpo de Bombeiros, na cidade de São Luis.

A Justiça decretou sua prisão no dia 20 de agosto, Lidiane fugiu e ficando 39 dias foragida.

Na última quarta-feira (7) o Ministério Público do Maranhão solicitou a Justiça o bloqueio dos bens da política até o valor de R$ 4,1 milhões.

Além dela, duas empresas, suspeitas de envolvimento no esquema de corrupção, e seus proprietários, tiveram seus bens bloqueados.

São elas, A.O. da Silva e Cia LTDA , R$ 1.377.299,77  e a A4 Serviço de Entretenimento, no valor de e R$ 2.788.446,67.

Ostentação

Lidiane gostava de postar nas redes sociais fotos ostentado uma vida de glamour, com carros de luxo, festas badalas e roupas caras.

Foto: Reprodução/Facebook

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *