IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Deputado de MT é condenado por mandar PMs darem curso em instituição dele

O deputado estadual Pery Taborelli (PV) teve recurso negado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) no processo em que é acusado atos de improbidade administrativa, no período em que exercia a função de comandante da Polícia Militar, em Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá.

Ele foi condenado em segunda instância por utilizar uma motocicleta da Polícia Militar em uma instituição social criada e dirigida por ele, e de mandar que três policiais militares, subordinados a ele, ministrar cursos nesse local, em 2007. Atualmente, ele está aposentado e exerce o mandato de deputado.

Em seu parecer, a relatora do processo, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, diz que a instituição era de propriedade de Pery Taborelli.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *