DETIDOS NA FRONTEIRA

Em nota, Secretaria de Segurança diz que fronteira ficou desguarnecida ao atender ocorrência da TVCA

A Secretaria de Segurança Pública (Sesp), por meio de nota, se posicionou sobre o incidente envolvendo a equipe de reportagem da TV Centro América, nesta segunda-feira (12), quando a equipe foi detida sob suspeita de carregar material suspeito de parecer com cocaína. O objetivo da reportagem, conduzida pelo repórter Alex Barbosa, era mostrar a fragilidade da fronteira entre o Brasil e a Bolívia carregando em um dos carros da emissora cerca de 240 kg de pó de gesso.

VEJA ABAIXO A NOTA DA SESP

A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) esclarece que a abordagem do Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron) à equipe da TV Centro América atendeu as normas legais e rotineiras da força de segurança que atua na fronteira. A abordagem aconteceu na BR-070 sentido Bolívia -Brasil. Quatro pessoas da equipe e dois carros foram parados e revistados.

Ao fazer a revista no interior de um dos veículos foi encontrado vários invólucros com fita crepe contendo um material esbranquiçado análogo a cocaína. O repórter Alex Bezerra Barbosa, disse que a equipe estava produzindo uma matéria que seria transmitida em nível nacional, com o objetivo de demonstrar a fragilidade da segurança de fronteira.

O repórter confirmou que estava sendo transportado no porta malas de um dos veículos 240 quilos de pó de gesso. Foram também encontrados com a equipe uma microcâmera e material de áudio. A equipe de reportagem foi encaminhada para a Polícia Federal de Cáceres, onde após averiguação foi constatado que o pó branco, análogo à cocaína, não era entorpecente. Diante dos fatos foi confeccionado um Boletim de Ocorrência para as medidas cabíveis.

O secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque informou que “o caso vai ser analisado em razão de ter desviado as forças de segurança pública do seu objetivo, deixando a fronteira desguarnecida, o que causou também prejuízo aos cofres públicos com emprego de força pública para atender uma demanda pessoal e de interesse particular da emissora”.

Os veículos foram apreendidos e estão no pátio da Polícia Federal, em Cáceres. O produto foi encaminhado para laboratório, o que vai constatar se o material é de transporte controlado ou proibido. Um inquérito foi aberto e será conduzido pela Polícia Federal.

Foram mobilizados na ocorrência 16 homens, entre 4 equipes do Gefron e 5 policiais federais.

Veja Mais

Um comentário em “Em nota, Secretaria de Segurança diz que fronteira ficou desguarnecida ao atender ocorrência da TVCA”

  1. Pery Taborelli da Silva Filho disse:

    Esse meio de comunicação vem promovendo a desconstrução da estrutura fundamental de nossa sociedade, a Família, introduzindo nos lares formas viciadas de convívio social; agora dá verdadeira aula para burlar a fronteira internacional, Brasil||Boliviia, simulando o Tráfico de Drogas ou oportunizando a passagem em outro ponto da Fronteira; fragilizando, expondo e mostrando com maus exemplos como trabalha para destruir nossa sociedade! A Segurança Pública deveria proceder a competente “prisão em flagrante”, do grupo ou quadrilha de instrutores do crime, pertencentes à Empresa: Rede Globo de Televisão ! E, desta feita a Segurança Pública do Estado de Mato Grosso demonstraria que ninguém está acima da Lei! Tenho Dito!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *