https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/Carlos-Fávaro.jpg

INFRAESTRUTURA

Governo debate reestruturação do Fethab com sindicatos rurais de MT

O vice-governador Carlos Fávaro participou na última sexta-feira (09) de reunião com presidentes de mais de 60 sindicatos e diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato).

Na ocasião, ele apresentou um balanço dos dez primeiros meses da atual gestão e frisou a importância das medidas de austeridade tomadas pelo governador Pedro Taques no início do ano, perante o momento de crise vivenciado atualmente no país.

“Graça às medidas adotadas pelo governador e toda equipe ainda no início do ano que possibilitou Mato Grosso voltar para o trilho. Hoje o Estado já consegue fazer obras com recursos próprios, como todas as restaurações feitas, a exemplo, da conclusão do trecho na MT-225 que liga Vera a Feliz Natal. Há seis meses isso não era possível”.

Fávaro lembrou que o atual governo trabalha de forma participativa, dialogando com a sociedade civil e organizada. E que nada é feito de maneira imposta e sim sobre consenso da maioria. Destacou ainda que o governador Pedro Taques determinou que ele e os secretários converse constantemente com a sociedade.

“A solução para a nossa falta de infraestrutura está aqui em discussão entre nós mesmos. Não está no chinês, no americano ou necessariamente em Brasília. Não vamos ficar esperando que o governo federal venha pavimentar nossas estradas”, disse Fávaro, reforçando que Mato Grosso será cada vez mais o celeiro do mundo na produção de alimentos.

Depois de expor aos presidentes e produtores o que foi discutido até o momento em audiências sobre a reestruturação do Fundo de Transporte e Habitação (Fethab) e a criação de um Fundo de Transporte (Funtran, Fávaro ouviu as sugestões do setor e disse que o objetivo da discussão é encontrar a melhor opção para cada região.

Fávaro informou também que o governador Taques esteve neste fim de semana no Uruguai conhecendo o sistema de controle da produção de carne no país e a possibilidade de implantação em Mato Grosso.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *