TRÁFICO NA FRONTEIRA

Zaque contraria MPF e diz que não tinha conhecimento de reportagem da TVCA

O secretário de Estado de Segurança Pública, Mauro Zaque, afirmou que nem ele, nem a coordenação do Gefron, foram comunicados pelo MPF sobre a pauta da TV Centro América.

“Não recebemos nenhum ofício ou telefonema. E, caso tivéssemos recebido, não faria nenhuma diferença, pois não saberíamos quando, nem em qual horário, os carros da TV passariam pela fronteira. As abordagens do Gefron na região são diárias e intensivas. E, reitero, que não sabíamos da simulação de transporte de drogas”, afirmou. (Com Midianews)

VEJA NOTA ABAIXO DO MPF

O Ministério Público Federal comunica que a instituição foi consultada pela TV Centro América, na sexta-feira (09/10), a respeito do interesse do veículo de comunicação em fazer a travessia da fronteira entre Brasil e Bolívia, no oeste de Mato Grosso, simulando o transporte de droga.

O MPF informou à TV Centro América, em duas ocasiões, que não tem atribuição de autorizar ou avalizar a realização da matéria jornalística. 

E, na obrigação da transparência com as instituições que fazem a segurança na fronteira, o MPF comunicou a Polícia Federal.

O mesmo dever de transparência com as instituições da Polícia Federal e com o Gefron levou o MPF a comunicar à TV Centro América, ainda na tarde de sexta-feira 09/10, que a força policial tinha conhecimento da pauta.

O Ministério Público Federal reconhece a importância da investigação jornalística para levar ao conhecimento público os problemas de nossa sociedade e em sua relação com a Imprensa atua dentro dos limites da legalidade e com base na transparência dessa relação.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *