https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/TABORELLI.jpg

DIA 'D' PARA TABORELLI

TRE de Mato Grosso julga nesta 5ª processo que pode colocar Barranco na AL

Está na pauta de votação da sessão do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso – TRE/MT, o processo de prestação de contas de Valdir Mendes Barranco que se aprovado pode lhe dar o mandato de deputado estadual para o qual foi eleito em outubro do ano passado ‘sub judice’ e não pode tomar posse por ter sido considerado ficha suja, condição que foi rejeitada pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE.

Valdir Barranco que disputou pelo Partido dos Trabalhadores obteve nas urnas 19.227 votos que somados aos votos de outro petista, Altir Peruzzo que obteve 15.229 e que estava na mesma condição, inscrito como ficha suja, condição que caiu com recurso na Justiça Eleitoral, o PT passa a ter uma vaga na Assembleia Legislativa.

O advogado Elvis Klauk, que defende Valdir Mendes Barranco, sinalizou que prefere aguardar a decisão do TRE/MT para então se manifestar, mas ponderou estar convicto de que se fará justiça, pois Barranco nunca poderia ter sido inserido como ficha suja, já que não tem nenhuma condenação decorrente do mandato como prefeito de Nova Bandeirantes.

O somatório desses dois votos na coligação do PT acaba por tirar uma das duas vagas conquistadas pelo Partido Verde – PV. Quem perde a vaga é Peri Taborelli que era vereador em Várzea Grande, mas renunciou ao mandato para assumir a vaga na Assembleia Legislativa em 1º de fevereiro deste ano e que corre o risco agora de ficar sem mandato.

O relator do processo, o desembargador, vice-presidente e corregedor eleitoral, Luiz Ferreira da Silva, mandou inserir o mesmo na pauta de votação para a sessão que acontece amanhã, dia 15, sendo que em parecer do procurador da República do Ministério Público Eleitoral junto ao TRE/MT, Douglas Guilherme Fernandes, considerou os recursos protelatórios por parte da defesa do deputado Peri Taborelli (PV).

A decisão do TRE/MT que deverá corroborar com o entendimento do TSE de que Valdir Mendes Barranco não tem impedimentos ou condenações que o tornem ficha suja, deverá assegurar o mandato e a consequente mudança nas cadeiras da Assembleia Legislativa e deve ainda dar o Partido dos Trabalhadores uma representação.

Desde a 12ª Legislatura (1991/1995) o Partido dos Trabalhadores sempre teve assegurada sua participação, ora com dois parlamentares ora com um, mas sempre elegeu um deputado estadual.

Com a possível eleição de Valdir Barranco, se confirmada, o PT, volta a ter participação no Parlamento Estadual, ainda mais por ter o partido liderado a disputa pelo governo do Estado através de Lúdio Cabral que foi derrotado pelo hoje governador Pedro Taques (PSDB).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *