USOU DADOS FALSOS

Detran de MT investiga servidor por transferências fraudulentas de veículos

Um servidor de carreira do Departamento Estadual de Trânsito vai ser investigado por supostamente ter participado de atos para inserção de dados falsos no sistema de informação do Detran/MT, gerando três transferências fraudulentas do veículo automotor placa ETY 2550 e o lançamento de um gravame de alienação fiduciária.

O funcionário também é acusado no período em que atuou como vistoriador de não ter realizado regularmente as vistorias nos automóveis.

Diz trecho publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (16), que o servidor ainda teria se afastado dos deveres funcionais.

O presidente do Detran convocou três servidores do órgão para formarem uma comissão com o objetivo de investigar as supostas irregularidades.

A comissão terá 10 dias para informar o início das atividades e 120 dias para concluir o processo administrativo, o chamado PAD.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *