https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/vacinação.jpg

ANTIRRÁBICA

Campanha de vacinação continua em MT e 50 mil devem ser vacinados

Mais de 50 mil animais já foram vacinados na Campanha Estadual de Vacinação Contra a Raiva para cães e gatos deste ano em Mato Grosso.

Alguns municípios iniciaram a campanha no dia 1º de setembro, porém outras cidades começaram no dia 15 do mesmo mês e seguem até 30 de novembro.

Cada município define sua estratégia, que pode ser com postos fixos, volante e de casa em casa, dependendo das condições locais e áreas de risco.

No estado,a meta é vacinar 664.733 animais, sendo 548.121 cães e 116.612 gatos. O Ministério da Saúde disponibilizou 530 mil doses da vacina antirrábica, sendo 450 mil já distribuídas aos Escritórios Regionais de Saúde.

Dos 141 municípios mato-grossenses, 51 iniciaram a vacinação. Na Capital, por exemplo, a campanha tem início neste fim de semana, na sede do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e em 40 postos fixos nas Regionais Sul e Leste. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o município estará vacinando cães e gatos das Regionais Norte e Oeste no dia 07 de novembro.

A coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental da SES, Ludmila Sophia de Souza, explica que a adesão da população à campanha de vacinação é de suma importância para manter os municípios livres de casos de raiva em cães e gatos desde 2007.

“Mesmo que a raiva esteja controlada em cães e gatos não isenta a vacinação anual e, com isso, garantir ano a ano a barreira imunológica contra o vírus da raiva”.

Orientações

Para ser vacinado, o cão precisa estar com coleira e guia, já os gatos em sacolas de pano ou gaiolas apropriadas.

Além disso, animais agressivos devem usar focinheira. A vacinação contra a raiva é importante, pois a doença afeta o sistema nervoso do homem e é incurável. Após a vacina, o animal pode ficar com dores no local vacinado e febre.

Recomenda-se que cães e gatos sejam vacinados a partir de três meses de idade, revacinando anualmente.

Não há contraindicação da vacina, entretanto é importante antes de vacinar, observar as condições de saúde do animal.

Tomar cuidados habituais no manejo da fêmea em gestação e na ocorrência de eventos adversos a vacina é importante procurar o Serviço de Saúde Municipal para realização da investigação pós-vacinal.

Foto: Divulgação

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *