https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/HAITIANO1.jpg

CRIME BRUTAL

Após ser xingado, haitiano é assassinado a facadas por dez homens

O isolador naval haitiano Fetiere Sterlin, 33, foi assassinado por golpes de facas desferidos por dez homens na noite do último sábado (17), no município de Navegantes (SC), a 112 km de Florianópolis.

Segundo a mulher da vítima, a operária Vanessa Nery, 27, que é de Belém do Pará e testemunhou a agressão, ela, o marido, outro casal e mais um amigo haitiano saíam de uma festa quando dois jovens passaram de bicicleta xingando Sterlin com um palavrão em francês crioulo (um dos idiomas oficias do Haiti), que já é de uso comum no bairro.

“Eles passaram xingando meu marido, que xingou de volta. Aqui é bem comum eles passarem xingando de ‘macici’ [algo como “viado”], falando para eles voltarem para casa, mas nunca termina em agressão”, afirmou.

Ela disse ainda que, antes de ir embora, o rapaz teria dito “eu vou voltar e te dar um monte de tiro”. Outra testemunha afirmou que os homens diziam que “haitiano não tem nada para fazer aqui”.

Após cinco minutos, os mesmos jovens voltaram ao lugar com armas brancas e outros oito homens, e atacaram o grupo.

“Voltaram com faca, barra de ferro, pá e voltaram para agredir a gente. Não houve uma discussão. Veio um em cima de cada um de nós quatro, e os outros foram todos para cima do meu marido, e começaram a esfaqueá-lo”. Segundo ela, a maioria aparentava ser adolescente, “entre 16 e 17 anos no máximo”.

Segundo o diretor da Associação de Haitianos de Navegantes, João Edson Fagundes, essa não foi a primeira agressão a haitianos na cidade.

“Ele foi o primeiro haitiano assassinado aqui na região [do Vale do Itajaí], mas no ano passado, outro rapaz levou cinco tiros e sobreviveu, mas logo saiu do Brasil”, relatou. Ele suspeita que tenha sido um caso de xenofobia.

O caso foi registrado na mesma noite por um delegado que estava de plantão, e as investigações devem começar nesta segunda.

Sterlin e Vanessa se conheceram há dois anos em Navegantes.

Ele estava no Brasil há quatro e havia morado no Pará e em São Paulo anteriormente.

A família de Sterlin mora nos Estados Unidos atualmente, e o corpo será sepultado em Navegantes.

Foto: Arquivo Pessoal

Veja Mais

10 comentários em “Após ser xingado, haitiano é assassinado a facadas por dez homens”

  1. Anônimo disse:

    le probleme du bresil commence depuis dans les eglises locaux tout sont des personnes sans coeur, utilisent le nom de Jesus pour passer leur drogue et faire du crime

  2. Anônimo disse:

    le probleme du bresil commence a partir du gouvernement tout son des idiots meme ceux qui disent etre des chretiens sont des chiens sans coeurs

  3. Um sonho interrompido pela maldade humana, minha alma está de luto, até onde o preconceito pode chegar???? O Brasil que é um país formado por tantas culturas ter preconceito com os humildes haitianos é uma grande vergonha. Sinto – me envergonhada pelo acontecido… Vamos levantar a cabeça e dizer não ao preconceito, ao racismo e a xenofobia pra outro caso como esse não aconteça! Policia vamos dar uma resposta rápida para a sociedade, não deixem esse crime em pune!!!

    1. Anônimo disse:

      O meu também estou coração partido e muita crueldade

    2. Anônimo disse:

      O que precisaria ser feito seria esmagar a cabeça das serpentes que estão soltas e isto não seria crime pois até as cobras são melhores que estes cretinos.

  4. Anônimo disse:

    hum Brasil

    1. Júnior Charles disse:

      Gente a vida no Brasil è complicado,o rapaz vem aqui para buscar uma vida melhor,o pior ele não fez nada mal,eu acho mesmo que nós nossos estrangeiros,tem que ter justiça,nós viemos para trabalhar não para fazer mal a ninguém,irmão que vc descansa em paz.

  5. Angela Maria Tucilo disse:

    Sinceramente tenho vergonha de ser brasileira, este País não tem quem o governe, não tem segurança, não tem educação , não tem cultura, não tem respeito á vida que habita no seu próximo.
    Brasil é um País frio e corrupto
    Abre as portas para os nossos irmãos e não tem emprego, é uma vergonha
    Sinto muito pela família deste moço que junto com ele acreditou em nossa Pátria !

  6. Richelin disse:

    Brasil a trahi nossos povo haitianos.e sequestrado a nos .alem disso tudos haitianod que vir no brasil nos etamos no caminho da morte.

    1. Anônimo disse:

      Sempre assim . Sao 2,3 muitos em cima de um so. E se ta sozinho fica calado sem arma. Mas quando sao muotos ai comeca a provocacao pra se mostrar kkkkkk. Sera que existe homem mesmo no brasil . E ainda estupra mulheres bate em idoso crianca fazem soffrer is maid fracos. O que e e ser Brasileiro. Gracas a DEUS que nunca tive e nunca vou fazer amizade com Brasileiro. Coitados ignorantes

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *